terça, 19 de janeiro de 2021

Tecnologia
Compartilhar:

Excesso de pay-per-view nas TVs por assinatura

Érico Fabres / 24 de abril de 2016
Foto: Divulgação
Diante de uma recessão, a cobrança extra por programas ou eventos esportivos no chamado ‘on demand’ ou ‘pay-per-view’ (PPV), têm tornado obsoleta a programação da TV fechada, que repete muitos filmes e programação, o que desagrada os assinantes e provoca muitos cancelamentos. De acordo com a Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA), a queda de 2,6% do setor ao final de 2015 está atrelada à crise no Brasil e recuperação deve vir com o tempo e não com algum outro fator. A entidade afirma que a baixa foi menor que os 4% de queda do PIB (Produto Interno Bruto) e processo de limitação da internet nada tem a ver com uma volta por cima do setor e ao mesmo tempo defende que os serviços extras são para adiantar o acesso aos produtos inéditos.

Já em 2013, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realizou uma pesquisa que apontou que apenas 35,8% dos clientes de TV a cabo estavam satisfeitos com o serviço prestado por suas operadoras. O auge da Netflix, que entrou no mercado Brasileiro em 2011, no ano passado, aliado à crise econômica fez com que a TV por assinatura fosse tida como um dos cortes de gastos preferencial de 31% da população brasileira, segundo a consultoria Plano CDE, na metade do ano passado.

De acordo com a ABTA, o ‘on demand’ e o PPV são cobrados por se tratar de “adiantar” a vida do cliente. Que os filmes ou eventos que passam lá farão parte da programação em seu tempo, mas se o cliente quiser assistir antes ou ao vivo, ele optará pela contratação do serviço. A assessoria afirma que é como ocorre com a TV aberta, que se as pessoas querem assistir antes, assinam uma TV fechada.

A realidade de quem tem a TV fechada sem os serviços extras, mostra que existem muitas repetições de filmes, porém quem não assiste muito não nota quando acontecia na época em que as empresas ofereciam revista com a programação dos canais, o que não acontece mais. Até mesmo eventos esportivos repetem diversas vezes, inclusive em horários de jogos, quando ocorrem em uma mesma praça, para forçar a contratação do jogo ou do campeonato.

Leia Mais

Relacionadas