domingo, 13 de junho de 2021

Reajuste
Compartilhar:

Preço da gasolina sobe quatro vezes em 6 dias

Celina Modesto com Agência / 05 de setembro de 2017
Foto: Divulgação
A Petrobras anunciou ontem mais um reajuste no preço do litro da gasolina e do diesel. Este já é o quarto reajuste consecutivo da gasolina e, considerando os aumentos anteriores, o combustível vendido pelas refinarias da Petrobras vai ficar 11% mais cara do que no fim de agosto.

O aumento que passa a valer a partir desta terça-feira (5) foi de 3,3% para a gasolina e de 0,1% para o diesel. Sindipetro afirma que aumentos já ultrapassaram os R$ 0,39 na cidade. O argumento utilizado pela Petrobras para aumentar o preço dos combustíveis, desta vez, foi de que os preços internacionais subiram com os impactos do furacão Harvey nos Estados Unidos.

Em relação ao diesel, este é o sexto aumento seguido, com alta acumulada de 8,9%. Pela primeira vez desde que a política de preços foi revista, em junho, o reajuste teve que ser decidido pelos executivos que forma o Gemp (Grupo Executivo de Mercado e Preços) - o presidente da empresa, Pedro Parente, e os diretores Financeiro e de Refino e Gás, Ivan Monteiro e Jorge Celestino.

A política dá autonomia à área técnica para decidir por reajustes, desde que a variação acumulada em um mês não passe de 7% - para cima ou para baixo. “Se calcularmos, esses reajustes já estão em mais de R$ 0,39 centavos. São aumentos homeopáticos que estão sendo feitos toda semana, enquanto não vemos nada expressivo em relação à redução”, afirmou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado da Paraíba (Sindipetro/Paraíba), Omar Hamad. “O aumento das refinarias chega imediatamente ao nosso bolso. Alguns ainda estão conseguindo segurar o repasse ao consumidor, então, acho que ainda há quem esteja vendendo combustível de estoque, mas é curto. A Petrobras diz que um terço das refinarias está comprometido por causa dos EUA, que são o maior mercado consumidor. Isso acaba prejudicando os outros países”, afirmou.

Relacionadas