sexta, 04 de dezembro de 2020

Economia
Compartilhar:

Produtos de Natal estão encalhados e são indício de vendas fracas no fim de ano

Celina Modesto / 23 de dezembro de 2015
Foto: Rafael Passos
A venda de produtos sazonais, tais como panetone, queijo do reino, bacalhau e peru, ainda não registrou um aumento significativo suficiente para aquecer o setor supermercadista como nos anos anteriores. A crise econômica, o aumento da inflação e o endividamento das famílias podem ser fatores que causam a baixa procura por itens da ceia de Natal neste fim de ano. A constatação é da Associação de Supermercados da Paraíba (ASPB).

Na comparação com novembro deste ano e do ano passado, de acordo com o presidente da ASPB, José Willame de Araújo, houve uma queda nas vendas de 2,6% no setor. “Em relação a outubro, percebemos uma ligeira melhora, embora não saiba dizer o que provocou isto. Esperamos que na véspera melhore, mas o volume de vendas ainda está muito baixo, especialmente entre os produtos sazonais. Isso nos preocupa”, frisou.

O presidente da associação citou o caso da indústria de bebidas, que comumente fica mais aquecido nesta época do ano. “Eles costumavam aumentar o preço das bebidas, mas neste ano eles diminuíram e repassamos essa redução. Ou seja, isso atrai o consumidor, ainda mais nesse momento que estamos vivendo. Conquistar novos clientes não está sendo fácil e diminuir preços nos ajuda bastante”, afirmou Araújo. Em alguns casos, o valor da bebida, a exemplo do refrigerante, caiu em até R$ 2 para os revendedores.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas