quarta, 23 de setembro de 2020

Procon
Compartilhar:

Telefonia e bancos lideram ranking das reclamações

Redação com assessoria / 19 de janeiro de 2017
Foto: Arquivo
Os serviços de telefonia, água, luz e bancos estão entre os dez mais reclamados na Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor no período de janeiro a dezembro de 2016. Das mais de 7,7 mil demandas que chegaram ao Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) do Procon-JP no ano passado, a OI/Telemar somou 981 reclamações, a campeã disparadas das queixas.

As reclamações mais frequentes em relação à telefonia dizem respeito à má prestação do serviço e cobranças de multas altas quando da desistência ou cancelamento do plano ou da linha. Quanto à Cagepa e à Energisa, as principais queixas são sobre erro de leitura e a consequente cobrança indevida do serviço, além de pedidos de intermediação quanto a parcelamentos de contas atrasadas, haja vista que as empresas costumam cobrar um valor de entrada considerado alto pelos consumidores nos acordos propostos.

Ainda as filas - De acordo com Ricardo Holanda, secretário do Procon-JP, os problemas mais relatados pelos consumidores pessoenses no que se refere aos bancos, diz respeito às cobranças abusivas de juros e multas por serviços que, muitas vezes, não são requeridos pelo clientes, além da reclamação contra o tempo gasto nas filas. “O que vemos são problemas comuns a todas as empresas prestadoras de serviços. Ou seja, esses fornecedores estão precisando ficar mais atentos à legislação que rege a relação consumerista”.

Ações educativas - O titular do Procon-JP adianta que a Secretaria vai continuar com campanhas educativas ao longo de 2017 tanto para o consumidor quanto para o fornecedor de bens e serviços. “Os procons são também responsáveis pela política municipal de educação e prevenção consumerista, que passa pela orientação e educação dos dois lados da moeda. Vamos investir no trabalho preventivo para melhorar essa relação, que ainda é muito complicada”, disse Ricardo Holanda.



Postos de atendimento do Procon-JP:

Sede - segunda-feira a sexta-feira: 8h às 14h na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá

Telefones: segunda-feira a sexta-feira das 8h às 14h: 0800 083 2015, 2314-3040, 3214-3042, 3214-3046

MP-Procon - segunda-feira a sexta-feira: 8h às 17h na sede situada no Parque Solon de Lucena, Lagoa, nº 300, Centro

Procon-JP no CAT - segunda-feira a sexta-feira: 8h às 17h na sede do Centro de Atendimento ao Turista, na Praia de Tambaú (em frente ao Mercado de Peixe)

Procon-JPmóvel – Atendimento itinerante nos bairros através de agendamento realizado pelas associações de bairro, entidade civis e secretarias do município de João Pessoa

Relacionadas