terça, 16 de julho de 2019
Economia
Compartilhar:

Preços de produtos que compõem a ceia de Natal sobem 25%

Ellyka Gomes / 22 de dezembro de 2018
Foto: Assuero Lima
Os preços dos principais produtos hortigranjeiros que compõem a ceia de Natal subiram, em média, 25% em dezembro, em relação ao mês anterior. De acordo com o boletim da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), a cebola foi o produto que apresentou a maior variação: 40%. No Mercado Central, o preço subiu 50%. Na lista das mercadorias que também sofreram aumento estão: tomate, batata inglesa, cenoura, cereja e uva passa.

O boletim da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado na última quarta (19), revelou que a batata inglesa e a cebola tiveram alta nas cotações em todos os mercados brasileiros. Na Empasa, a batata subiu 23% em dezembro, na comparação com novembro. Segundo a Conab, a transição da safra de inverno sempre provoca aumento de preço nessa época do ano, pois a oferta do produto fica irregular nos mercados atacadistas.

O mesmo ocorre com a cebola e o tomate: o movimento ascendente era esperado pela pressão que a alternância de safra exerce sobre os preços. O tomate subiu 11%, na Empasa, e 25% no Mercado Central. Segundo a Conab, o ritmo de colheita do tomate foi intensificado em dezembro, e isso deve pressionar os preços para baixo nas próximas semanas.

No Mercado Central, uva passa - item tradicional na ceia de Natal - sofreu aumento de 29%. A vendedora Fátima Martins é uma das poucas comerciantes que apostaram na venda do produto no Mercado Central. “Só compra uva passa para vender quem tem coragem”, comentou Fátima, fazendo referência ao preço que os comerciantes pagam pela mercadoria na Empasa (R$ 120/kg).

Ela vende uva passa em embalagens de plásticos. Meio quilo do produto está custando R$ 22. Em novembro, o preço estava R$ 17. Entre as frutas, apenas a cereja apresentou intensa alta: 170%. Mês passado, o consumidor poderia comprar a fruta por R$ 10 o quilo. Agora vai ter que desembolsar R$ 17. Segundo os comerciantes do Mercado Central, uva roxa, ameixa, pêra e maçã não sofreram variação de preço.

Otimismo



O mercado varejista de supermercados está otimista em relação às encomendas de ceias de Natal. A previsão é de que o número de pedidos aumente, em média, 10% este ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. A aposta dos supermercados são menus especiais, com possibilidades de entradas, acompanhamentos, pratos principais e sobremesas que servem entre quatro e 16 pessoas. Os preços varia de R$ 89 a R$ 719.

Nas redes do Pão de Açúcar e Extra, as encomendas para a ceia do Natal podem ser feitas confeitarias das lojas até o meio-dia o dia 22. O supermercado Extra oferece opções de pratos para complementar as ceias e duas opções de kits completos para quem não quer ter trabalho na hora de cozinhar.

O Kit Boas Festas, que serve até quatro pessoas, custa para o cliente Clube Extra R$ 89. Os pratos inclusos são: Salpicão de Frango, Arroz Verde com Linguiça, Lombo Assado e Farofa de Banana da Terra com Bacon. Já o Kit Clássico serve até seis pessoas e custa para o cliente Clube Extra R$ 195,00. Ele é composto por Caponata de Berinjela e Abobrinha, Torta de Palmito, Arroz com Passas e Castanha de Caju e Chester com Farofa Rica.

No Pão de Açúcar, o consumidor tem a opção de montar o seu próprio cardápio, de acordo com os pratos oferecidos pela rede, ou escolher entre os kits com sugestões prontas. O kit Boas Festas serve entre quatro a seis pessoas e acompanha Cestinhas de Camarão, Caponata Especial, Lombo com molho de Maçã e Canela e Bacalhau à Gomes de Sá.

Para clientes cadastrados no programa de fidelidade da rede, o kit sai por R$ 299,00. já o kit Clássico custa para Cliente Mais R$ 719,00, serve até 16 pessoas e é composto por Bolinho de Bacalhau Português, Peru com Frutas Frescas, Arroz com Cebolas Douradas e Nozes, Legumes Rústicos e Salpicão de Peito de Peru.

Relacionadas