quinta, 26 de novembro de 2020

Economia
Compartilhar:

Preço da gasolina cai nas refinarias mas não chega até os consumidores

Ellyka Gomes / 28 de novembro de 2018
Foto: Reprodução
A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) solicitou nessa terça-feira (27) esclarecimentos às principais empresas distribuidoras sobre os preços dos combustíveis. Segundo apurou a ANP, o preço da gasolina caiu R$ 0,51 nos últimos meses, mas, nas bombas, a redução foi de apenas R$ 0,10. O pedido atende à atribuição legal da ANP em zelar pela proteção do consumidor quanto aos preços, à qualidade e à oferta de produtos.

A gasolina abastecida nos postos de combustíveis é classificada como “C”, pois recebe adição de Etanol Anidro.

De acordo com levantamento da ANP, na semana passada, o preço médio do litro da gasolina C, nas distribuidoras, estava em R$ R$ 1,67. No entanto, apenas R$ 0,04 tinham sido repassados ao consumidor.

Esta semana, em nova pesquisa, a Agência identificou que, embora o preço final da gasolina C tenha caído cerca de R$ 0,51 nos dois últimos meses, as distribuidoras repassaram redução de R$ 0,26. O consumidor final, por sua vez, constatou uma queda de apenas R$ 0,10 nos preços praticados nas bombas. As empresas terão 15 dias para enviarem seus posicionamentos à ANP.

A Petrobras reajusta quase diariamente o preço da gasolina nas refinarias, como parte de sua política de preços que tem o objetivo de acompanhar as cotações internacionais. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos de combustíveis.

Números da Petrobras sugerem que os postos vêm aumentando sua margem de lucro. Atualmente, 16% do preço final corresponde aos custos e lucro dos distribuidores e postos de gasolina. Em maio, essa fatia era de 12%, e no final de outubro era de 14%.

Em João Pessoa

O preço da gasolina recuou R$ 0,10 em 51 dos 103 postos de combustíveis localizados em João Pessoa, segundo pesquisa da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP). Três estabelecimentos registraram queda de R$ 0,20, em relação ao último levantamento realizado no dia 7. O menor preço do litro da gasolina está sendo praticado por R$ 4,29, e o maior por R$ 4,74 (cartão de crédito).

Na Capital paraibana, segundo a pesquisa do Procon-JP, o menor preço da gasolina (R$ 4,29) pode ser encontrado nos postos Millenium e SIM, ambos localizados no bairro de Água Fria, e no posto Cajueiro, no Geisel.

O secretário do Procon-JP, Helton Renê, comentou que a redução já era esperada e acredita que a tendência é que novos descontos. “Essa queda de R$ 0,10 ainda é pequena. Muitos postos ainda tinham estoque antigo. Então acreditamos que agora as reduções serão mais significativas”, afirmou.Renê.

Combustíveis

Álcool

O preço do litro do etanol caiu em 41 estabelecimentos, permaneceu estável em 43 e aumentou em nove. O menor preço não apresentou variação e ainda é praticado pelo mesmo valor do início do mês: R$ 2,909, no Posto Extra, localizado no Bairro dos Estados. Já o maior mostrou redução, passando de R$ 3,499 para R$ 3,399, no posto Canaã, em Água Fria.

Diesel S10

Vinte e dois postos baixaram e outro sete elevaram o preço do litro do óleo diesel S10. Outros 59 estabelecimentos mantiveram o valor. O melhor preço é praticado por R$ 3,539, no Posto Expressão da Beira Rio.

GNV

A pesquisa constatou que o GNV manteve o preço do levantamento do último dia 7: R$ 3,719, no posto Bancários. O maior valor está sendo praticado por R$ 3,740, no posto Santa Júlia, na Av. Epitácio Pessoa. Dos 12 postos que oferecem o produto na Capital, 10 mantiveram o preço, um baixou e um aumentou.

Relacionadas