terça, 29 de setembro de 2020

Economia
Compartilhar:

Pesquisa aponta que ecommerce deve dobrar até 2021

Celina Modesto / 23 de outubro de 2016
Foto: Divulgação
As vendas pela internet deverão dobrar a participação no varejo até 2021, apontando um crescendo médio de 12,4% ao ano, de acordo com pesquisa encomendada pelo Google. A expectativa é que, em cinco anos, o impacto da web no setor cresça mais de 70%, chegando a 42% de todas as vendas - à exceção dos segmentos de alimentos e bebidas. A pesquisa também aponta que a influência dos smartphones e tablets tende a aumentar. Até o final deste ano, 19% das vendas pela internet deverão ocorrer por meio de dispositivos móveis. Em 2021, essa participação vai aumentar para 41%.

Os dados do estudo mostram que, hoje, 30% dos internautas só podem ser alcançados por meio dos smartphones e tablets, já que não acessam a internet em outros dispositivos. “O mobile deixou de ser tendência para virar uma plataforma de consumo. Verificamos que as buscas do Google no celular já ultrapassam o desktop. Por isso, é uma plataforma que tem muito potencial para crescer no mercado brasileiro, pois é uma porta de entrada para muitas pessoas terem acesso à internet”, explicou o analista de indústria do Google, Victor Brotto.

Além do crescimento da participação, o faturamento das vendas online também vai dobrar em cinco anos, chegando a R$ 85 bilhões. Outro fator para o crescimento da receita do e-commerce virá de novos e-shoppers, ou seja, compradores online. Nos próximos anos, mais 27 milhões de pessoas irão fazer sua primeira compra na internet, um total de 67,4 milhões, representando 44% dos internautas.

Leia Mais

Relacionadas