sexta, 26 de fevereiro de 2021

Economia
Compartilhar:

Paraíba fica fora do Dia da Liberdade de Impostos que acontece nesta quarta-feira

Érico Fabres Com assessoria / 30 de maio de 2017
Foto: Divulgação
Uma concessionária de veículos em Brasília irá vender carro com um “pequeno desconto” de quase R$ 15 mil. O valor é referente à retirada dos impostos do produto. A Receita Federal não deu trégua, a empresa que absorverá a diferença. O motivo da diminuição dos preços é a 9ª edição do Dia da Liberdade de Impostos (DLI), que acontece amanhã, em 13 estados e que não inclui a Paraíba.

A ação de um grupo de estabelecimentos e para diversos produtos, não é uma espécie de promoção, mas sim um ato para chamar atenção para a alta carga tributária.

No início do ano, o ex-presidente da Associação dos Fabricantes de Veículos Automotivos (Anfavea), Luiz Moan, disse que a carga tributária sobre os automóveis no Brasil é 54,8% do preço final. Um HB20, um dos carros mais vendidos no Brasil, quem tem como preço médio R$ 41.655, custaria R$ 18.828 sem impostos. Já nos combustíveis, os tributos são ainda maiores, superiores a 56%. A gasolina será vendida, em alguns estados, por menos de R$ 2.

Até ontem o brasileiro já havia pagado mais de R$ 900 bilhões em tributos, sendo R$ 6 bilhões na Paraíba, de acordo com o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo. O País é o último colocado entre 30 nações do ranking do Índice de Retorno e Bem Estar Social (Irbes).

O valor se refere à arrecadação de todos os impostos, taxas e contribuições que vão para a União, os estados e os municípios.

A marca de R$ 900 bilhões chega 14 dias antes do que no ano passado. Para o presidente da ACSP, Alencar Burti, isso reflete a atual fase da economia. Ele considera, no entanto, que o aumento é positivo na medida em que o governo está procurando equalizar as finanças.

O Impostômetro foi implantado pela ACSP em 2005 para conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar dos governos serviços públicos melhores. Outros estados aderiram ao projeto e hoje existem painéis com o Impostômetro em Florianópolis, Guarulhos, Manaus, Rio de Janeiro e Brasília. Em São Paulo, fica na Rua Boa Vista, 51, no centro da capital.

Relacionadas