sexta, 15 de janeiro de 2021

Economia
Compartilhar:

Palestra discute setor imobiliário em João Pessoa

Celina Modesto / 05 de março de 2017
Foto: Nalva Figueiredo
A palestra “Cenário do Mercado Imobiliário e Perspectivas para 2017”, que será ministrada pelo presidente da Datastore, Marcus Araújo, será realizada nesta segunda-feira (06), às 18h30, no auditório do Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa (Sinduscon-JP). O evento é promovido pelo sindicato e traz o especialista em inteligência de mercado para o Real Estate (mercado imobiliário), que é referência nacional em análise de demanda, de tendências e viabilidade em investimentos e negócios imobiliários.

O presidente do Sinduscon-JP, João Barbosa, afirmou que as expectativas em relação à palestra são as mais positivas possíveis. “Principalmente por causa da qualidade do palestrante. Marcus Araújo é formado em estatística, mas dedicou-se exclusivamente a fazer pesquisas no mercado imobiliário, com mais de 200 mil realizadas em todo o país. Ele tem uma plataforma de dados que permite fazer projeções em relação ao setor”.

Além disso, Barbosa frisou que as pesquisas realizadas por Araújo consideram não somente o aspecto do mercado imobiliário interno, mas o contextualiza diante do cenário econômico nacional. “O trabalho dele também permite fazer comparações entre os diferentes mercados imobiliários do país, principalmente das capitais. Ele é uma pessoa ligada ao mercado financeiro e isso é importante porque também devemos observar a saúde da economia e o rumo que ela está tomando”, disse.

Ainda, o presidente do Sinduscon-JP comentou acerca do conteúdo da palestra de amanhã. “Acredito que o palestrante é uma pessoa muito credenciada e que trará muitas informações, fará advertências e também informará sobre as expectativas de vendas de imóveis em João Pessoa, comparando a outras regiões, mas focando a praça da capital. Aqui temos um preço bastante competitivo e isso é um diferencial. Tenho certeza de que a palestra vai deixar muitas orientações importantes ao empresariado de João Pessoa”, declarou.

Momento ideal para se programar

O palestrante Marcus Araújo concorda que o mercado imobiliário terá uma recuperação e afirma que ele deverá voltar com mais consistência no final de 2018. “É importante começar a se preparar desde já. Apresentarei dados de intenção de compras em João Pessoa para os próximos 24 meses e, com essa informação, o empresário vai poder se programar”, afirmou Marcus Araújo. Além disso, ele salientou que outros fatores vão ajudar a diminuir o estoque de imóveis que existe agora na cidade.

“A queda dos juros básicos da economia e imóveis estocados sendo vendidos com descontos, por exemplo, trazem o consumidor de volta ao mercado. Com a venda dos imóveis prontos que estão disponíveis, a tendência é a redução dos estoques e, consequentemente, a necessidade de mais lançamentos. Com isso, o fôlego do mercado já pode ser retomado a partir do segundo semestre deste ano. Ou seja, não será preciso esperar até o final de 2018. Quem souber o que fazer agora, sai na frente”, alertou.

A empresa. A Datastore tem 22 anos de atuação e possui cerca de 75 mil entrevistas em pesquisa com consumidores interessados em adquirir imóveis em 1.000 cidades brasileiras. O especialista e estatístico Marcus Araújo é consultor de construtoras, incorporadoras e imobiliárias, atendendo algumas grandes empresas paraibanas. Na palestra, ele falará sobre as maiores mudanças ocorridas recentemente, no mercado imobiliário brasileiro, como a tendência de apartamentos menores assim como a redução da metragem dos lotes nos loteamentos fechados (condomínios horizontais), entre outras tendências percebidas.

Recuperação na Capital

O mercado imobiliário em João Pessoa atualmente está em recuperação – ainda tímida. Entretanto, vem de um ano de recessão tão forte que o último mês de setembro é conhecido no setor como um dos piores dos últimos tempos. De acordo com o presidente do Sinduscon-JP, João Barbosa, o índice de velocidade de vendas atingiu um desempenho muito aquém do esperado.

O índice de vendas diz respeito ao percentual de vendas em relação ao número total de imóveis colocados à venda num determinado período. Durante o chamado “boom” da construção civil, a média do índice de vendas em João Pessoa ficava entre 8% e 10% - o que é considerado “espetacular”, segundo Barbosa.

“No entanto, em setembro do ano passado o índice foi de 2,6%, registrando 191 vendas de todo o estoque de imóveis. Em outubro, subiu um pouco, em novembro subiu um pouco mais e em dezembro também”, afirmou o presidente do Sinduscon-JP. Já no mês de janeiro deste ano, o índice passou para 5,6%, com quase 400 imóveis vendidos naquele mês. No entanto, Barbosa reconhece que ainda falta muito para se falar em crescimento real.

“Ainda não é um negócio extraordinário, mas para uma economia que está basicamente parada e vem se recuperando lentamente, o resultado de janeiro deu uma acelerada muito boa e isso alegra muito o setor. Por isso, estamos com uma campanha que teve início em janeiro e vai até o final de fevereiro para alavancar ainda mais as vendas. Esperamos colher os frutos e que fevereiro tenha superado os 5,6% de janeiro”, afirmou.

A superação é totalmente possível, visto que, de acordo com Barbosa, a economia começa a mostrar sinais positivos. “Com a queda dos juros e a inflação voltando para o centro da meta, é bom para a economia. Os bancos já estão oferecendo mais crédito e em João Pessoa os preços de imóveis são muito bons. É o melhor do Nordeste porque estabilizamos durante algum tempo. Se as projeções da economia se confirmarem, ou seja, inflação abaixo de 4,5% e juros de um dígito, abaixo dos 10%, não tenho dúvidas de que teremos um ano de recuperação muito promissor para o mercado imobiliário”, disse.

Outro fator que motiva o setor a pensar positivo para o mercado em 2017 é que o estoque de imóveis em janeiro caiu.

Leia Mais

Relacionadas