segunda, 08 de março de 2021

Economia
Compartilhar:

Pacote de medidas gera mais pessimismo na economia paraibana

Celina Modesto/Érico Fabres / 16 de setembro de 2015
Foto: Arquivo
Os anúncios de mais cortes em áreas essenciais do Governo Federal e a criação de mais impostos, tudo com o intuito de gerar receita para fechar as contas do próximo ano – e evitar o temido déficit primário provocou reações negativas em todos os setores da economia do Estado. As medidas não foram bem recebidas e até mesmo o sonho do ingresso numa carreira como servidor público da esfera foi afetado.

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Magno Rossi, reconhece que o momento econômico atual é delicado, mas espera que o país consiga enfrentá-lo.

“Acreditamos que a crise vai passar. Para isso, tem que haver esforço das pessoas em priorizar o que é necessário e traçar objetivos bem definidos. As medidas têm que ser repensadas. A indústria está preocupada com o acréscimo de imposto para fazer orçamento.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas