segunda, 23 de abril de 2018
Economia
Compartilhar:

Operação em postos de JP investiga se há fraudes em bombas e combustíveis

Redação, com informações de Katiana Ramos (Correio da Paraíba) / 19 de agosto de 2017
Foto: João Paiva (Rede Correio Sat)
Uma operação fiscaliza 16 postos de combustíveis de João Pessoa neste fim de semana, sendo oito neste sábado (19) e os demais neste domingo (20). A ação ocorre um dia depois de uma nova decisão da Justiça Federal em suspender o aumento de impostos sobre gasolina, diesel e etanol. Até as 10h30 deste sábado (19), uma bomba de combustível já foi interditada no Posto Tambaú, por vazamento e display inelegível.

O trabalho é comandado pelo Ministério Público da Paraíba (MP-Procon), junto com Vigilância Sanitária e Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Duas equipes estão fiscalizando simultaneamente postos de combustíveis, para verificar irregularidades sanitárias, estruturais, ambientais, fiscais, a qualidade do combustível comercializado e vazão das bombas, além de verificar as condições de funcionamento também de lojas de conveniência que porventura existam nos postos.

O resultado está previsto para ser divulgado nesta segunda-feira (21) e, na próxima quinta-feira (24), sairá um balanço nacional produzido pela ANP com operações em outras cidades do país.

Participam da operação técnicos e servidores da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Instituto de Metrologia e Qualidade (Imeq-PB), Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Sudema) e Secretaria do Meio Ambiente de João Pessoa (Seman), Procon-JP, Secretaria de Estado da Receita, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PB) e Gerência de Vigilância Sanitária de João Pessoa (GVS-JP).

No vídeo abaixo, o coordenador regional da ANP no Nordeste, Noel Santos, faz testes em uma amostra de gasolina para verificar se há problemas com o produto.


Relacionadas