terça, 19 de março de 2019
Economia
Compartilhar:

Número de pequenos negócios cresce 1,2% em toda a Paraíba

Ellyka Gomes / 26 de dezembro de 2018
Foto: Reprodução
O número de empregos com carteira assinada na Paraíba registrou aumento de 0,37% em novembro, na comparação ao mês anterior. O saldo de postos de trabalhos foi de 1.277, resultado de 8.534 admissões e 7.257 desligamentos. No ano, foram criados 5.665 empregos. No acumulado dos últimos 12 meses, foram registrados 4.079 postos de trabalho, correspondendo a uma variação de 1,19%. Os dados fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho.

Seguindo comportamento nacional, em novembro, apenas dois dos oito setores econômicos apresentaram crescimento na Paraíba.

No acumulado do ano, ou seja, de janeiro a novembro, o setor de Serviços foi o que registrou o melhor desempenho, com saldo de 5.064 postos de trabalhos, o que corresponde ao crescimento de 3,17%, em relação ao mesmo período do ano passado. Esse resultado foi impulsionado pelos subsetores Administração de Imóveis, que criou 2.043 postos, e Ensino, com 1.260 empregos. Também apresentaram bons índices no acumulado do ano Comércio (2.114 postos) e Indústria da Transformação (461).

O comportamento por setores é semelhante no acumulado dos últimos 12 meses. O setor de Serviços ficou em primeiro lugar, com a criação de 4.195 postos - uma variação de 2,61%, na comparação com o período do ano anterior. Em seguida, apareceram Comércio, com 1.737 postos, e Agropecuária, com 732 vagas de empregos. Já a Construção Civil perdeu 1.111 postos de trabalho no período, uma variação de -3,37%, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Por municípios

João Pessoa registrou o melhor desempenho entre os municípios paraibanos. O saldo entre admissões e desligamentos ficou positivo em 666. A Rainha da Borborema encerrou o mês com 307 novas vagas de carteira assinada. Apenas quatro das 17 cidades com mais de 30 mil habitantes perderam postos de trabalho em novembro: Santa Rita (-149), Mamanguape (-16), Sousa (-5) e Pombal (-5).

Rappi entra no mercado

Os consumidores paraibanos ganharam um novo aplicativo de entrega de produtos em domicílio. O Rappi, um serviço de delivery que entrega qualquer produto, seja de restaurantes, supermercados, farmácias e até cartórios, fechou parceria com o Sindicato de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa e entra no mercado local com uma variedade de opções de serviços.

Conforme o site da Rappi, o aplicativo tem opções que estão organizadas em diferentes categorias, como Restaurantes, Lojas, Cash (dinheiro) e Entregas. As compras podem ser realizadas pelo site ou app para Android e iOS. O pagamento é feito por meio de cartão de crédito, PayPal ou dinheiro. A plataforma disponibiliza cardápios de restaurantes, itens de supermercados, de diversos tipos de lojas, entre outros.

Na capital paraibana, segundo Graco Parente, presidente do SEHA-JP, a parceria irá melhorar ainda mais o serviço de delivery para os clientes e trazer benefícios para os empresários, pois as taxas são extremamente justas. “Iremos fazer um esforço necessário para colocar no aplicativo as melhores marcas do nosso mercado, consequentemente, torná-lo ainda mais atrativo para os consumidores”.

Graco aponta o Rappi como um aplicativo futurístico e que passou a ser uma realidade para os consumidores.

Relacionadas