quinta, 21 de janeiro de 2021

Economia
Compartilhar:

Jovens procuram mais intercâmbio e paraibanos estão em 3º no ranking do NE

Ellyka Akemy / 05 de junho de 2016
Foto: Arquivo pessoal
Segundo dados da Associação das Agências de Intercâmbio (Belta), a Paraíba ficou em terceiro lugar no ranking dos estados nordestinos que mais enviaram intercambistas para o exterior em 2015. Pernambuco e Bahia apareceram em primeiro e segundo lugar, respectivamente. A Belta realizou este ano uma entrevista com 1.925 estudantes em todo País e traçou o perfil do intercambista brasileiro. De acordo com a Pesquisa Selo Delta, o principal objetivo do intercâmbio tem sido para obter um diferencial na carreira profissional.

O levantamento mostrou que 80% dos intercambistas brasileiros são solteiros, têm idade média de 28 anos e seis em cada dez moram com os pais. Além disso, 39% deles estão efetivados na empresa em que trabalham no momento em que vão realizar a viagem.

“O intercâmbio aparece claramente na pesquisa como uma forma de se destacar no mercado de trabalho, fator esse de fundamental importância em um momento de crise como este que estamos passando”, comentou a presidente da Belta, Maura Leão.

Os países mais procurados pelos brasileiros são: Canadá, Estados Unidos e Austrália. Este último pulou de quinto para o terceiro lugar no ranking dos destinos preferidos pelos estudantes. Segundo Leão, os principais aspectos que influenciaram nas escolhas desses países foram: custo de vida, moedas mais favoráveis e a possibilidade de realizar programas de estudo combinados com o trabalho legalizado.

Ter maior experiência de vida

Ano passado, a advogada Rafaela Borges, de 29 anos, fez um intercâmbio de quatro meses em Vancouver, no Canadá, e um mês na Califórnia, nos Estados Unidos. “Fui para desenvolver meu inglês e também pela experiência de vida. A bagagem que o intercâmbio trás é muito enriquecedora”, ressaltou. Atualmente, ela estuda para fazer mestrado na área de Direito, e a fluência na língua vai ajudá-la na prova de proficiência exigida pelo exame.

O objetivo da jovem advogada é fazer uma extensão no Canadá durante o mestrado e, assim, aumentar as chances de conseguir uma permissão de trabalho. “Tenho muita vontade de morar no Canadá, porque foi um país onde me senti muito acolhida. Minha intenção é investir na carreira acadêmica para ter a oportunidade de trabalhar por lá”, revelou.

Rafaela gastou R$ 20 mil para passar os cinco meses no exterior. Para ela, todo o investimento valeu a pena, pois a experiência foi única. “Voltei mais forte, com outra cabeça. Aprendi sobre diversas culturas, fiz amigos de vários países: Arábia Saudita, Turquia, Alemanha, Peru”, contou.

Já a turismóloga Fernanda Neri, de 26 anos, fez um intercâmbio de um ano na Irlanda em 2013. Ela contou que a experiência foi única tanto pelo lado profissional quanto pessoal. “A adaptação a uma nova cultura, novos hábitos, um clima totalmente diferente do que eu estava acostumada me fez olhar o mundo de uma nova maneira. A experiência mudou meu senso crítico. Morar fora do Brasil também me deu mais capacidade de opinar a respeito da situação do meu país”, revelou.

O valor do investimento que Fernanda fez foi de R$ 40 mil, que incluiu passagens aéreas, curso de inglês, seguro saúde e todas as despesas dos seis primeiros meses. A partir do sétimo, ela começou a trabalhar como babá e passou a arcar com as próprias despesas. “Eu comecei a estudar inglês aos 13 anos, mas foi por meio do intercâmbio que eu desenvolvi a fluência e passei a ter mais segurança em me comunicar em inglês”, comentou.

Documentação necessária para fazer intercâmbio

O documento crucial para qualquer intercâmbio no exterior é o passaporte, exceto para alguns países da América do Sul, que exigem apenas uma identidade nacional atualizada. Escolhido o destino, a agência de intercâmbio informa se o país exige visto de turismo e seguro de viagem. Em casos específicos, pode ser necessário algum tipo de visto especial, como cartas de aceite de instituições ou documento específico do programa a ser realizado. No caso de menores de idade, há também um leque de documentos permissivos necessários que estão vinculados às exigências do país que se pretende visitar.

Valor pode variar

O custo para fazer um intercâmbio no exterior varia de acordo com o país, o tempo e tipo de programa escolhidos. Segundo a gerente da STB, Graziela Sedatto, com R$ 2.100 é possível fazer um intercâmbio de duas semanas. No entanto, os valores podem variar, pois são calculados de acordo com o câmbio do dia. “Os programas de intercâmbio de idiomas são, de fato, os mais procurados. Diversos idiomas, países e possibilidades deixam um leque muito grande de opção para os interessados”, explicou Sedatto.

Estudantes que estão cursando o Ensino Médio no Brasil, com idade entre 16 e 17 anos, podem ter a experiência de estudar por um ano em uma escola pública ou privada no exterior. “É possível realizar um programa de High School nos Estados Unidos para um período de dois semestres letivos com um excelente custo/benefício”, informou a gerente da STB.

O programa de Au Pair (babá), voltado para mulheres com idade entre 18 e 26 anos, também é bastante procurado devido ao baixo valor e à possibilidade de remuneração e estadia nos Estados Unidos pelo período de menos um ano.

“A escolha de uma boa agência é fundamental ao decidir fazer o intercâmbio, porque é ela que vai te dar suporte quando você estiver no exterior. Minha experiência foi ótima, porque tive todo apoio da minha agência. A equipe daqui perguntava inclusive como estava minha acomodação e meus estudos durante minha permanência no exterior”, comentou a advogada, Rafaela Borges, de 29 anos, que fez ano passado intercâmbio de quatro meses no Canadá e um nos EUA.

Investimento

Dos estudantes que realizaram intercâmbio em 2015, 49% informaram que a fonte financiadora de sua viagem foi a poupança pessoal e 40,6% disseram que foi a família que arcou com os custos. As demais porcentagens se referem a bolsas de estudos ofertadas por meio de órgãos governamentais nacionais e internacionais.

Leia Mais

Relacionadas