sábado, 19 de setembro de 2020

Economia
Compartilhar:

João Pessoa apresenta a 5ª maior variação do preço da cesta básica em todo o país

Da redação com assessoria / 06 de junho de 2016
Foto: Divulgação
João Pessoa foi a quinta capital do país que mais apresentou variação no preço da cesta básica de janeiro a maio deste ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (6) pela Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). O valor da cesta na capital paraibana variou 11,29%, ficando atrás apenas de em Goiânia (14,80%), Belém (14,50%),Aracaju (12,78%) e Salvador (12,69%).

De acordo com a pesquisa, em maio a cesta básica estava custando R$361,39 em João Pessoa, apresentando uma queda de 1,21% em relação ao mês de abril. Em maio, o tempo necessário de trabalho para adquirir os produtos da cesta básica  na capital paraibana foi de 90 horas e 21 minutos, ficando abaixo da média nacional, que foi de 97 horas.

A cesta básica em João Pessoa no mês de maio estava custando 44,64% do salário mínimo, que é de R$ 880. Em todo o país, a média foi de 47,93% dos vencimentos.

Situação em todo país

Em maio, houve elevação do custo do conjunto de alimentos básicos em 17 das 27 capitais brasileiras. As maiores altas ocorreram em Porto Alegre (3,87%), Curitiba (3,46%) e Brasília (3,25%) e as quedas mais expressivas foram verificadas em Florianópolis (-4,09%), Fortaleza (-2,60%) e Rio Branco (-2,49%).

São Paulo foi a capital que registrou o maior custo para a cesta básica (R$ 449,70), seguida de Porto Alegre (R$ 443,46) e Brasília (R$ 441,60). Os menores valores médios foram observados em Rio Branco (R$ 335,31), Natal (R$ 337,49) e Aracaju (R$ 344,83).

Com base na cesta mais cara, que, em maio, foi a de São Paulo, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o DIEESE estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário. Em maio de 2016, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.777,93, ou 4,29 vezes mais do que o mínimo de R$ 880,00. Em abril, o mínimo necessário correspondeu a R$ 3.716,77, ou 4,22 vezes o piso vigente.

cesta básica_JP

Relacionadas