terça, 01 de dezembro de 2020

Economia
Compartilhar:

Imposto pesa no material escolar e chega a quase 45%

Da Redação / 07 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
A vida não está fácil para os pais de alunos nesse começo de ano com o compromisso de investir na educação dos filhos. Além do custo elevado dos preços das matrículas e mensalidades, que subiram em média 15%, na Paraíba, o gasto com os itens do material escolar possui uma elevada carga tributária, acrescida no real valor dos produtos. A caneta, por exemplo, tem uma incidência de 47,49% de impostos, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

O Instituto elencou 21 produtos mais solicitados pelas escolas na cesta do material escolar necessário para os alunos durante o período escolar deste ano. Um simples caderno universitário tem um peso de 34,99% de impostos incluído no preço final do produto, que pode variar de acordo com as livrarias ou papelarias.

De acordo com a vice-presidente do IBPT, Letícia Mary Fernandes do Amaral, “a compra dos materiais escolares poderia ser mais acessível aos consumidores, se a tributação incidente sobre esses itens não fosse tão elevada.

Sem títuloasasasasa

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas