quinta, 27 de junho de 2019
Economia
Compartilhar:

Governo lança edital para instalação de cinco resorts

Fábio Cardoso com assessoria / 06 de junho de 2019
Foto: Reprodução de vídeo
O Governo da Paraíba deu mais um passo para ocupação do Polo Turístico do Cabo branco - Distrito Industrial do Turismo -, ontem. O governador João Azevêdo lançou o edital de chamamento público para instalação de resorts em cinco lotes liberados, dos quais três à beira-mar. A partir da publicação do edital, hoje, os grupos interessados têm 45 dias para apresentarem as propostas, que serão analisadas por uma comissão.

Azevêdo fez uma estimativa de que, passado todo o processo burocrático, entre a apresentação das propostas e do projeto arquitetônico, as primeiras unidades devam iniciar a etapa de construção no início de 2020, com conclusão prevista para o primeiro semestre de 2021. O investimento deverá girar em torno de R$ 355 milhões, com a criação de 3.560 empregos diretos e indiretos. “Estamos dando mais um passo para a concretização do projeto”, apontou o governador.

O governador revelou que já há mais três lotes liberados para a instalação de equipamentos hoteleiros, mas preferiu trabalhar inicialmente apenas com os cinco anunciados. "A economia do país está difícil, mas o turismo é um segmento forte e atuante e acreditamos que esse projeto desperte interesse dos empresários", afirmou.

De acordo com o governador, a comissão que analisará os projetos levará em conta, além do desempenho econômico-financeiro das empresas interessadas, a capacidade de investimento para o negócio, autosuficiência energética e projetos de arquitetura. Ele enfatizou que, para a liberação do projeto de instalação dos resorts, haverá uma contrapartida do Governo, com a instalação de um Batalhão Ambiental e um Batalhão de Apoio ao Turista, anunciado ontem, em primeira mão.

“Claro que com a ocupação desses lotes irá acontecer o desmatamento de parte da mata”, apontou Azevêdo. Porém, afirmou, o Governo criou o Parque Trilha, como forma de compensação ambiental, localizado entre as áreas das antigas Aratu e Jacarapé. “A Paraíba terá dois parques (das Trilhas) e a Mata do Buraquinho, com uma área superior a 500 hectares, cada”, disse o governador.

Interesse de estrangeiros



O representante de empresários espanhois, Manoel Recio, confirmou o interesse de investir no Estado. “Nós acompanhamos essa apresentação com muito gosto, porque vemos que o Governo começa a trabalhar forte nesse projeto que é muito interessante. João Pessoa é uma cidade tranquila, tem sol durante todo o ano e muita área verde que são diferenciais que levamos em consideração”, analisou.

O investidor libanês, Mário Tabet, também aprovou a iniciativa do Governo do Estado de fomentar o turismo. “Eu estou apaixonado pela Paraíba, pelas belas praias e estamos divulgando tudo que vemos para empresários do nosso país que estão querendo investir aqui. Eu já vislumbro um futuro muito promissor para esse projeto”, comentou.

A presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira Seccional Paraíba (ABIH-PB), Manuelina Hardman, evidenciou o desenvolvimento que o Polo Turístico irá garantir para a Capital paraibana. “O destravamento do Polo Cabo Branco é a concretização desse Complexo iniciado com a construção do Centro de Convenções que é tão importante para nós. Os novos empreendimentos serão uma parceria do Governo com a iniciativa privada que farão do nosso Estado um destino turístico sustentável por conta do potencial indescritível de belezas e recursos naturais que temos”, ressaltou.

Polo Turístico Cabo Branco



Infraestrutura

O projeto contará com água, gás, saneamento básico e energia e prevê a instalação de empreendimentos nos setores de eventos, comércio e serviços e animação turística. O Complexo já conta com fibra óptica de 10 gigabytes que poderá ser aumentada para 40 Gb ao final de sua implantação.

Edital e processo

O edital será publicado nesta quinta-feira (6) e as inscrições poderão ser feitas no site da Cinep (cinep.pb.gov.br). Os interessados terão um prazo de 45 dias corridos para apresentarem toda a documentação necessária. Podem concorrer ao edital, aos lotes 1, 2, 3 e 4, projetos de hotel de lazer, resort e hotel fazenda. Já o lote 5 será destinado a projetos de hotel residencial e flat.

Turismo

A primeira etapa do Polo Cabo Branco estima um fluxo anual de 115.752 turistas e 23.026 leitos em João Pessoa. Em 2018, os 12.410 leitos disponíveis na Capital paraibana foram ocupados por 1.259.310 hóspedes, segundo a PBTur.

"A Paraíba sente falta de resorts e a construção desses empreendimentos será fundamental para o incremento do nosso turismo, principalmente quando falamos de bandeiras internacionais que divulgam o destino Paraíba nos seus países de origem, como fazem também as grandes bandeiras nacionais." - Ruth Avelino, presidente da PBTur

Relacionadas