segunda, 21 de setembro de 2020

Economia
Compartilhar:

Etanol deve entrar na lista de aumento de preços na PB

Maurílio Júnior / 06 de outubro de 2015
Foto: Arquivo
O etanol também deve ficar mais caro até o fim do ano. A previsão é do presidente é do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool na Paraíba (Sindialcool), Edmundo Barbosa. De acordo com o dirigente, embora o preço do litro no Estado não tenha registrado, nesta semana, um aumento juntamente com o reajuste de 12,3% imposto em vários pontos do Brasil, a tendência é de que a alta ocorra em breve em decorrência de mais uma inflação no preço da gasolina. Barbosa, contudo, acredita que o aumento seja tímido. Hoje, o preço médio do etanol em João Pessoa é de R$ 2,35.

“Não tivemos este aumento agora. Até porque não é de nossa competência se envolver nos preços que são postos, acompanho somente de longe. Porém, temos a sinalização de um aumento até dezembro, juntamente com um novo reajuste que será feito na gasolina”, disse.

LEIA MAIS: Gasolina sobe de preço em 90 postos da Capital

Edmundo Barbosa explica que a tendência de aumento se dá pelas mais de 80 usinas fechadas em todo Brasil nos últimos quatro anos. Na Paraíba, foi apenas uma, mas causando a demissão de quase 3 mil pessoas, direta e indiretamente.

“O governo vinha impondo um preço artificial no etanol. Agora estamos vendo o governo no bom caminho. A gasolina, por exemplo, na refinaria está exatamente de acordo com o preço internacional. Isso significa que com esse reajuste a Petrobras está evitando perder dinheiro. Nos últimos anos a Paraíba perdeu cerca de 35 bilhões comprando combustível por um preço no mercado internacional e vendendo mais baixo do que comprara”, defendeu.

Prepare o bolso

Com quatro reajustes durante o ano, a gasolina deve sofrer o quinto aumento até o fim deste ano. Outro ponto levado em consideração é justamente o reajuste do etanol até o fim do ano, quando inicia a entressafra da cana-de-açúcar, afetando o etanol anidro, misturado em 27% à gasolina. Com o impacto do reajuste do etanol, a gasolina deve ter um reajuste total de 5% a 6% até o fim do ano pelos cálculos da Petrobrás.

Relacionadas