segunda, 14 de junho de 2021

Economia
Compartilhar:

Empresários da Paraíba criticam excesso de tributação no Brasil

Celina Modesto / 11 de setembro de 2015
Foto: Assuero Lima
A Sondagem foi divulgada ontem pela Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep). O excesso de tributos foi apontado pelos industriais como o principal problema, seguido da tributação da folha de pagamento de pessoal. Dessa forma, a competitividade industrial fica prejudicada por causa de complexidade e carência de direitos e garantias para o contribuinte.

Dos sete itens avaliados pela sondagem no estado, quatro tiveram maior pontuação na característica “muito ruim”, enquanto os demais tiveram mais assinalações em apenas “ruim”.

Das 61 empresas pesquisadas, 78,69% apontaram a tributação excessiva como principal problema do sistema tributário brasileiro, enquanto a tributação sobre a folha de pagamento, que acaba por onerar excessivamente o orçamento das empresas, foi apontado por 45,9% das empresas.

Segundo o resultado da sondagem, o sistema tributário brasileiro também não é transparente, carece de segurança jurídica e tem prazos curtos e regras instáveis. O empresariado paraibano revelou também, por meio da pesquisa, quais seriam os principais entraves à competitividade em relação aos tributos cobrados: contribuições previdenciárias (55,74%), o ICMS - (49,18%) e o Cofins (44,26%).

Entraves

A frequência com que foram apontados, conforme avaliou a pesquisa, garante ampla dificuldade para que o setor industrial se mantenha competitivo.

Relacionadas