quinta, 21 de janeiro de 2021

Economia
Compartilhar:

Dez dicas para economizar no presente do Dia das Mães

Assessoria / 06 de maio de 2016
Foto: Divulgação
O Dia das Mães está chegando! Para o comércio, é uma das datas mais rentáveis. Mas neste momento em que o cenário econômico brasileiro está conturbado, é preciso economizar. Para ajudar os filhos a escolher o melhor presente para as mães, o professor de Finanças do Ibmec/RJ, Gilberto Braga, fez uma lista com opções criativas para comemorar a data no próximo domingo:

1) Ao invés de levar a mãe para almoçar fora, faça um churrasco em casa e junte a família. Cada pessoa pode levar um item e a diversão é garantida e prolongada, com direito a assistir à final do campeonato carioca regada picanha com cerveja gelada. Um rodízio completo em churrascarias, com bebidas e taxa de serviço está saindo em média por R$ 100 por pessoa. Um churrasco para 10 pessoas sai por R$ 1.000 na churrascaria e em casa por menos de aproximadamente R$ 250, o que gera uma economia de R$ 750 (75%).

2)  Ao invés de gastar uma fortuna com uma joia exclusiva de presente das principais grifes, que não sai por menos de R$ 2.000 opte por uma peça de prata que custa R$ 200, 10 vezes menos, ou uma bijuteria que sai por R$ 50, ou seja, 40 vezes mais barato.

3) Ao invés de um presente de luxo, que não sai por menos de R$ 500, opte por levar sua mãe para assistir uma peça de teatro, que sai por até R$ 200, com 2 ingressos e lanche.

4) Toda mãe gosta mesmo de uma lembrancinha. Que tal surpreender e ao invés de dar um presente, oferecer a ela uma experiência. O site www.vivaexperiencias.com.br tem ótimas opções de restaurantes, spas, salões de beleza, hotéis, entre outros com preços entre R$ 79 e R$ 299. Por exemplo, o Mini Day SPA, que inclui uma massagem relaxante (60 min) + máscara de ouro (30 min) sai por R$ 179.

5) Se a grana estiver curta para um almoço num restaurante granfino, uma opção é levar a mãe para tomar um café da manhã fora de casa, surpreendendo-a com uma flor. Um café damanhã na Confeitaria Colombo, que é uma mini almoço (no exterior chamam de brunch) no Forte Copacabana (Posto 6, Rio de Janeiro - RJ), com direito a uma vista espetacular, custa entre R$ 25 e R$ 50 por pessoa, dependendo das escolhas.

6) Se a intenção for economizar ainda mais, uma cesta de café de manhã pode ser a escolha. Uma cesta de café da manhã para 4 pessoas pode ser montada numa loja que venda produtos para cesta por R$ 50 e R$ 100, comprando-se a cesta de vime no comércio por até R$ 10.

7) Para quem tem filho, que tal estimular a criançada a fazer um singela homenagem num passeio ao ar livre. Ao invés de pensar nas opções óbvias em shoppings ou restaurantes, que tal um piquenique com a turminha num dos lugares arborizados do Rio. Vale visitar a Quinta da Boa Vista, Parque Lage, Jardim Botânico, entre outros. Um lanche no shopping para 5 pessoas sai a R$ 150, mais estacionamento e um piquenique com suco natural caseiro, frutas e sanduiches, custa em torno de R$ 70.

8) Se a sua mãe é convencional e não abre mão de ganhar roupas, em vez que investir em grifes de roupas caras, que tal levá-la para um passeio no rua de comércio popular e oferecer uma espécie de "vale brinde", estabelecendo um valor para ela escolher o que quiser, de acordo com a disponibilidade financeira do(s) filho(s).

9) Macarronada do dia das mães. Trata-se de um prato que custos relativamente baratos e pode ser preparada pelos filhos, netos e agregados. Assim mães e vovós não chegam perto do fogão e a atividade pode ser coletiva. Um quilo de macarrão com molho à bolonhesa, queijo parmesão, bebidas e sobremesa de sorvete, servem até 8 pessoas e custa menos R$ 100. Num restaurante não sai, em média, por menos de R$ 400.

10) Mas se a grana está absolutamente em falta, uma sugestão seria montar um filme ou pequena colagem com fotos dos filhos e mãe nas redes sociais. Uma homenagem pública, vista por milhares de pessoas e curtidas pelos amigos e familiares toca o coração de qualquer mamãe e não custa nada, só exige criatividade.

Relacionadas