quarta, 25 de novembro de 2020

Economia
Compartilhar:

Carros estacionados por ‘medo’ do preço da gasolina

Rammom Monte / 18 de novembro de 2015
Foto: Rafael Passos
Em 2015 os carros estão ficando cada vez mais parados nas garagens. Tudo por conta dos aumentos nos preços dos combustíveis, que não param de crescer. Nessa terça-feira (17), ficou constatado que a gasolina sofreu mais um aumento, o terceiro em pouco mais de um mês. Agora, ela está custando R$ 3,46. A solução? Deixar o carro em casa e passar a usar transportes públicos ou outros veículos mais econômicos. Foi o que fez a microempresária Rafaela dos Santos, que passou a usar mais os ônibus para ir ao trabalho.

“Eu gastava cerca de R$ 300 por mês. Agora, só vou para o trabalho de carro dois dias na semana, que é quando preciso deixar meu filho no curso. Nos outros dias, estou indo de ônibus e à noite meu marido me pega, já que ele também tem carro e nós estávamos usando os dois veículos o que estava onerando nossa despesa familiar. Ainda não deu para saber de quanto vai ser a economia, porque comecei a fazer isso não tem nem um mês, mas pelas contas primárias que eu fiz, a economia deve ser de, pelo menos, R$ 150”, explicou.

Quem também adotou uma medida alternativa foi o bancário Antônio Carlos. Ele comprou um carro no fim do ano passado e costumava ir ao trabalho todos os dias nele. Mas nos últimos dois meses, ele decidiu deixar o carro na garagem e usar uma moto que ele já tinha, o que vem ocasionando uma economia surpreendente.

“Financeiramente estava inviável ir todos os dias para o trabalho, depois que começou essa leva de aumento. Aí voltei a ir trabalhar de moto. De carro eu gastava cerca de R$ 400 de gasolina por mês. Já com a moto, gasto em média R$ 50 por mês”, disse.

Ele afirmou que pretende voltar a ir ao trabalho de carro, mas que agora está inviável. “Eu queria voltar a ir trabalhar no meu carro, mas agora só o uso esporadicamente. Vai depender do futuro”, finalizou.

Aumentos

Nessa terça-feira (17), a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) fez uma nova pesquisa sobre o reajuste e constatou que em 71 postos da Capital houve aumento no preço do litro da gasolina. No levantamento de preços atual, o produto varia entre R$ 3,177 (posto BSB - Mangabeira) e R$ 3,460 (Big Tambaú – Tambaú).

Na pesquisa realizada no dia 05 de novembro, o litro da gasolina comum era encontrado entre R$ 3,050 e R$ 3,399. E no dia 21 de outubro o valor variava de R$ 3,05 a R$ 3,38.

Relacionadas