sexta, 18 de junho de 2021

Economia
Compartilhar:

Bancários da Paraíba não farão greve em 2017; categoria ainda reclama da redução de pessoal

Celina Modesto / 20 de setembro de 2017
Foto: Reprodução
A greve dos bancários que acontece todos os anos em meados de setembro não vai ser deflagrada este ano. Por causa do acordo feito no ano passado com a categoria, que vale para o biênio 2016-2017, a campanha salarial só poderá ser feita em 2018.

No entanto, mobilizações e paralisações das atividades de um dia não estão descartadas pelos sindicatos dos bancários de Campina Grande e Região e da Paraíba. O vice-presidente do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Esdras Luciano, explicou que pela primeira vez a categoria fechou um acordo de dois anos. “O reajuste da categoria deste ano já está certo para a folha de setembro. No ano passado, o reajuste foi abaixo da inflação acrescido de um abono.

Neste ano, o acordo garantiu a reposição da inflação mais 1% de ganho real”, disse. Desta forma, uma possível greve dos bancários só poderá ser realizada em 2018. “Há uma campanha nacional, mas que não está discutindo a parte remuneratória. O que está em jogo este ano é a garantia dos empregos e a defesa dos bancos públicos, visto que o atual governo tem tomado uma série de medidas, como reestruturações que reduziram quadro funcional e agências. Além disso, há a reforma trabalhista, que está para ser implantada em novembro. Então, podemos fazer uma atividade específica, mas não há possibilidade de greve pois, não temos um alvo objetivo a atingir, como é uma campanha salarial, mas uma luta cotidiana de melhorias das condições de trabalho da categoria”, concluiu Luciano.

Assembleia em João Pessoa

Até o final do mês a categoria deverá se reunir em assembleia para discutir temas como privatização e fechamento de agências. “O número de funcionários tem diminuído e isso aumentou os índices de doenças entre os bancários.

A questão dos bancos públicos também é muito importante para se discutir”, afirmou o secretário geral do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Jurandir Pereira. Pelo menos 2,2 mil bancários são filiados aos Sindicato dos Bancários da Paraíba.

Relacionadas