terça, 29 de setembro de 2020

Economia
Compartilhar:

São João no interior: festa é lançada pela PBTur

Érico Fabres e Edson Verber / 31 de maio de 2016
Foto: Rafael Passos
Os festejos juninos da Paraíba foram lançados nesta terça-feira (31), no Centro Turístico de Tambaú, em João Pessoa. O evento contou com a apresentação de grupos de forró pé de serra, quadrilhas juninas, artesanato e a culinária nordestina, com destaque para as tradicionais comidas de milho (pamonha, canjica, mugunzá). Na ocasião, algumas prefeituras divulgaram suas festas juninas e os seus principais atrativos e roteiros turísticos, como Belém, que espera neste ano contar com 150 mil pessoas nos cinco dias de festa que iniciam dia 5 de julho e vão até o dia 10.

“Teremos atrações nacionais, regionais e municipais, para poder dar valor ao que é nosso e, além disso, levar turistas para fazer nossas festas cada vez maiores. Já somos o maior e melhor São Pedro da Paraíba, quem sabe um dia o maior São João também?”, diz Rodrigo Costa, secretário de comunicação do município.

Ruth Avelino, presidente da PBTur, afirma que a crise econômica fez com que muitos municípios investissem na sua própria cultura, se reinventassem, para reduzir os gastos sem deixar de comemorar o São João. “É uma oportunidade dentro da dificuldade, algo que servirá para valorizar nossa própria cultura, afinal os turistas vêm pra cá mais pela festa e não pelas atrações nacionais, que como o nome diz, esses percorrem o País todo, não precisa ir até eles”, conta. A expectativa é que dois milhões de pessoas, entre turistas e paraibanos, participem dos eventos pelo Estado, sendo um milhão só em Campina Grande, que manterá os grandes shows.

Para o secretário de Turismo e Desenvolvimento, Laplace Guedes, existe um planejamento que ocorre a cada ano para que os festejos, que fazem parte da cultura nordestina e paraibana não deixem de ocorrer. “O brasileiro tem uma criatividade indiscutível, não seria uma crise que iria barrar nossas comemorações”, finaliza.

Ainda no Brejo

Enquanto os municípios de Bananeiras e Solânea mantêm a tradição de realizar a Festa de São João com atrações artísticas destacando o forró pé de serra, entre os dias 22 e 25 de junho, em Guarabira a Prefeitura está definindo se realiza o São Pedro e Areia verifica programações para as vésperas do Dia dos Namorados 11/06 e Caminhos do Frio, de quatro a 10 de julho.

O secretário de Turismo de Bananeiras, Eduardo Guimarães Lima Barreto, confirmou a realização da festa de São João, entre os dias 22 e 25, com a participação de nove atrações a exemplo de Amazan, Nando Cordel e Três do Nordeste. “Neste período, os oito hotéis e pousadas estarão com os cerca de 580 leitos ocupados e os pacotes individuais deverão ser vendidos numa média de R$ 500,00 nessa alta temporada do São João”.

Depois de destacar que também estarão à disposição dos turistas as hospedagens alternativas de muitas casas que alugam nesse período e um Colégio localizado no Centro da Cidade que se transforma em albergue, Guimarães avaliou que “a festa é importante pela geração de empregos diretos e indiretos fomentados pelo aluguel de casas, empreendimentos montados durante o evento, a movimentação do comércio local e injeção dada pela consumação efetuada pelo turista, em diversos segmentos”.

Muitos shows

Já os secretários de Turismo Guarabira e Areia falaram da crise e da concorrência com os municípios de Alhandra e Bananeiras que têm forte tradição na festa de São João. “Nosso foco, atualmente, é verificar a viabilidade de realizar o São Pedro com shows em praça pública, mas temos o problema da crise que derrubou a Receita”- disse Percinaldo Toscano, de Guarabira.

Josinaldo Fernandes, de Areia garante que “saímos de uma vasta programação comemorativa do aniversário do Município, com a realização de muitos shows. Nosso foco é ver se viabilizamos uma programação para as vésperas do Dia dos Namorados 11/06. Mas com certeza, o principal, agora, é investir nos Caminhos do Frio, de quatro a 10 de julho”.

Relacionadas