domingo, 20 de setembro de 2020

Economia
Compartilhar:

13º vai injetar R$ 1,9 bilhão na Paraíba, segundo Dieese

Redação / 12 de novembro de 2015
Foto: Divulgação
Quase R$ 2 bilhões serão injetados na economia paraibana com o pagamento do 13º salário. O valor foi divulgado, ontem, pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e representa aproximadamente 1,12% do total a ser injetado no Brasil (R$ 119,9 bilhões) e 7,05% do total da região Nordeste.

Do universo de empregados do mercado formal, celetistas ou estatutários, representam 49,7% deste total, enquanto pensionistas e aposentados do INSS equivalem a 50,3%. O emprego doméstico com carteira assinada participa com 1,7%.

No que diz respeito ao valor médio do décimo terceiro salário a ser pago, a Paraíba ocupa a terceira pior colocação no ranking nacional, conforme o Dieese.

O valor médio no Estado será de R$ 1.279,09, ficando à frente apenas dos estados do Maranhão (R$ 1.237,39) e do Piauí (R$ 1.270,54).

Estas médias, porém, não incluem o pessoal aposentado pelo regime próprio dos estados e dos municípios, cujo quantitativo não foi possível obter.

Crescimento. Em comparação com 2014, quando o Dieese estimou que cerca de R$ 1,733 bilhão entrariam na economia paraibana em consequência do pagamento do 13º, o valor apurado neste ano indica um crescimento da ordem de 12,3%, o que significaria um aumento da ordem de 3,4% acima da inflação prevista para o ano.

Relacionadas