domingo, 13 de junho de 2021

Economia
Compartilhar:

13,1 mil declarações do IRPF em seis horas na Paraíba

Celina Modesto / 27 de abril de 2017
Foto: Divulgação
 

Quem ainda não prestou contas com o leão só tem até as 23h59min59seg desta sexta-feira (28) para ficar quite. Em seis horas, ou seja, das 11h às 17h desta quinta, 13.190 paraibanos enviaram a declaração do Imposto de Renda 2017. Foram 236.180 declarações contabilizadas pela Delegacia da Receita Federal na Paraíba. Dessa forma, considerando que a expectativa é de receber 290 mil declarações, ainda faltam 18,61% do total esperado para este ano.

A atenção é ainda maior para quem tem imposto a pagar. Os bancos não funcionam hoje devido à Greve Geral, mas o contribuinte terá outros meios para efetuar o pagamento do IRPF. De acordo com a Delegacia da Receita Federal na Paraíba, canais como o terminal de autoatendimento de qualquer instituição financeira, além de casas lotéricas e aplicativos de bancos para smartphones poderão ser utilizados para pagar o imposto.

“Ao declarar o imposto, uma DARF é gerada e, nela, há as informações necessárias para preencher na hora de pagar pelo smartphone ou no caixa de autoatendimento. Se o contribuinte optar pela lotérica, há a vantagem de que o funcionamento delas se encerra um pouco mais tarde do que os bancos”, afirmou o delegado adjunto da Receita Federal na Paraíba, Hamilton Sobral.

Para quem deixou o envio da declaração para o último momento porque aguarda o recebimento de informação de algum rendimento, por exemplo, o recomendado é enviar mesmo “incompleta”. “Se não conseguiu a informação por motivo de força maior, não deixe de entregar a declaração, pois ficará sujeito a multa por atraso na entrega da declaração. Além disso, ao deixar para a última hora, há a dificuldade por causa do volume de declarações entregues”, afirmou Sobral.

Além disso, o delegado adjunto da Receita Federal na Paraíba também frisou que é importante acompanhar o processamento da declaração após a entrega desta. “O acompanhamento facilita bastante caso haja algo a ser corrigido”, alertou. De acordo com a Agência Brasil, o superintendente do Imposto de Renda, Joaquim Adir, disse que a meta será cumprida “sem dúvida”. “Ainda há tempo e o contribuinte normalmente deixa para a última hora. É importante entregar a declaração para não pagar multa. O valor mínimo é R$ 165,74 e vai até 20% do imposto devido”, disse.

 

 

Relacionadas