terça, 25 de junho de 2019
Teatro
Compartilhar:

Peça sergipana ‘Os cavaleiros da triste figura’ chega a João Pessoa

André Luiz Maia / 21 de novembro de 2018
Foto: Divulgação
Não existe um projeto de circulação de teatro que supere a abrangência do Palco Giratório, desenvolvido pelo Sesc. Durante o ano inteiro, grupos de teatro do país inteiro circulam por todas as regiões, apresentando suas obras para público totalmente distintos. Quem encerra este ciclo pela primeira vez é o grupo sergipano Cia. Teatral Boca de Cena, com apresentações em João Pessoa nesta quarta-feira (21) e em Campina, dia 27.

Na bagagem, eles carregam o espetáculo Os Cavaleiros da Triste Figura, uma leitura particular da principal obra de Miguel de Cervantes, Dom Quixote de La Mancha. Ao invés de seguir à risca o roteiro idealizado pelo espanhol, a ficção extrapola em alguns momentos, se fundindo com nossa realidade contemporânea em uma espécie de sonho ou mesmo um delírio.

Essa opção dramatúrgica foi uma construção do grupo guiada por César Ferrario, do grupo Clowns de Shakespeare (RN). “Ele fez um estudo de mesa em cima da obra com o grupo. Foram vários workshops até chegar ao resultado desta dramaturgia”, explica o ator Felipe Mascarello.

De acordo com ele, o espétáculo tem um viés político muito presente durante todo o espetáculo. “A gente permeou Dom Quixote pelo universo do sonho. Ele é um sonhador que representa toda cidadão que sonha”, pontua Mascarello. A Cia. Teatral Boca de Cena deve fazer uma espécie de intercâmbio cultural com a companhia paraibana Bigorna, que apresentará A Peleja de Fute na sexta-feira.

Relacionadas