quarta, 26 de junho de 2019
São João
Compartilhar:

Sítio São João lança edição 2019 e espera receber 50 mil pessoas

Wênia Bandeira / 07 de junho de 2019
Foto: Redação
A festa na Vila Sítio São João começa oficialmente neste sábado (8). A edição 2019 do evento foi lançado na manhã dessa quinta-feira (6), com um café da manhã oferecido à imprensa. Segundo o coordenador do projeto, Tupac Dantas, o espaço cresceu e ganhou novos pontos a disposição dos turistas.

O cenário conta com rádio difusora, casa de cortar cana de açúcar, casa de ferreiro, casa de farinha, engenho de cachaça, casa de fotografia e igreja. Além disso, serão três palcos com trios de forró tocando simultaneamente.

De acordo com Tupac Dantas, a expectativa para este ano é receber 50 mil pessoas durante todo o mês de junho. O local será sempre aberto diariamente às 10h e funcionará até as 23h.

O estacionamento foi pensado para comportar quase 800 veículos ao mesmo tempo. A segurança ficará por conta de 168 câmeras de monitoramento, além de policiais e uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) móvel.

Este será o segundo ano do sítio montado na Avenida Floriano Peixoto, ao lado do Ginásio O Meninão, em um terreno cedido pela Prefeitura Municipal de Campina Grande. O Arraiá da Correio será apresentado ao vivo por por Fernanda Albuquerque e Oscar Neto, que interpreta o Coroné Grilo, sempre a partir das 13h10 nos dias 8, 15, 22 e 29 de junho e 6 de julho.

Livro. Durante o lançamento da edição 2019 da Vila Sítio São João, o livro ‘Maior São João do Mundo - Interfaces de uma grande festa brasileira’, foi apresentado à imprensa. A autora da obra, Zulmira Nóbrega, explicou que este foi um trabalho para a tese de doutorado, realizado na Universidade Federal da Bahia (UFBA), com pesquisas entre os anos de 2006 a 2010.

De acordo com ela, as pesquisas apontaram que a festa, mesmo grandiosa, continua mostrando a cultura popular do povo nordestino.

“Você compreenda a fábrica, a espetacularização, mas tem também as propostas com políticas públicas e regimentos, para que não deixe estas transformações empresarial e comercial tomarem conta da nossa identidade”.

Ela salientou ainda que a importância dada a esta festa em momentos distintos demonstra a necessidade de continuar com sua realização. Além disso, Zulmira Nóbrega afirmou que há ganhos para a população.

Relacionadas