sexta, 21 de setembro de 2018
Cultura
Compartilhar:

Professor Francilino lança ‘Ivan Bichara – Depoimento’

Kubitschek Pinheiro / 14 de setembro de 2018
Foto: Divulgação

O professor Francelino Soares vai lançar neste sábado, às 10h, na Livraria do Luiz, na Galeria Augusto dos Anjos, o livro “Ivan Bichara – Depoimento”, e haverá também o relançamento de “Os 100 anos de Ivan Bichara-Inéditos”, este organizado do jornalista Gonzaga Rodrigues.  Ambos vão estar presentes para  autografar as obras.



Segundo Francelino, a obra representa o resgate de um homem sertanejo que chegou ao governador do Estado com a maestria da simplicidade e bons propósitos . “Ivan Bichara – Depoimentos  - foi escrito dentro de uma perspectiva de resgatar o nome de um homem, paraibano, cajazeirense, que foi exemplo de vida, de um homem público de reconhecida competência administrativa e de um escritor (romancista e ensaísta) de valor reconhecido pela crítica nacional”, registrou



O autor se propôs a um “Esboço Biográfico”, que, na realidade,  não lhe tomou pouco tempo, uma vez que, de uns tempos para cá, ele já vinha se debruçando sobre a obra.



“Quanto aos Depoimentos, eu os colhi junto a familiares dele, amigos e correligionários do mundo políticos que, diga-se de passagem, foram deveras prestimosos na elaboração de suas colaborações. Há, no livro, também, garimpagem de textos sobre Ivan que estavam esquecidos em periódicos citadinos e nacionais. Destaco, igualmente, depoimentos que são verdadeiros estudos sobre a administração do Ivan no governo estadual, escritos por renomados estudiosos de um período da recente história política paraibana, como Francisco Sales Cartaxo (Frassales), José Octávio de Arruda Melo e Chagas Amaro”.



 Do pronto de vista literário, Francelino destaca apreciações feitas por Hildeberto Barbosa Filho e José Rigonaldo Pereira que, ao lado de Antônio Carlos Villaça e Gilberto de Melo Freyre, tecem observações acerca do potencial literário do escritor Ivan Bichara.



São duas obras em lançamento: no primeiro – “Inéditos” – Gonzaga Rodrigues e Ângela Bezerra de Castro adentraram em um trabalho de pesquisa, garimpando textos de Ivan, ainda inéditos em livro; no segundo – “Depoimentos” – foram priorizados textos sobre Ivan, dentro de planos de observação sobre o Cidadão, o Homem Público e o Escritor.



“A minha aproximação com Ivan ocorreu após ele haver deixado a “vida pública”. Aproximei-me do conterrâneo mais como admirador de sua obra literária, mormente após a leitura do seu primeiro romance “Carcará”, em que o autor retrata, num misto de ficção e realidade, a invasão de nossa terra comum pelo bando do facínora e celerado cangaceiro Sabino Gomes”, lembra



O escritor já está de posse dos direitos autorais, cedidos pela José Olympio Editora (extinta), e pretende, dentro em breve, fazer o lançamento, em nível nacional, da reedição do “Carcará”, “com as devidas atualizações ortográficas, atendendo a solicitações de um público leitor, uma vez que já se não encontra disponibilidade desta obra no mercado”.



Em 2019  ele espera que seja um ano “agitado” no plano editorial nacional. “Prefiro não adiantar notícias sobre essas publicações, uma vez que, para isso, não estou autorizado pelos autores com os quais estou trabalhando. Mas, asseguro, vem muita coisa boa por aí”, fecha.

Relacionadas