quarta, 18 de outubro de 2017
Cultura
Compartilhar:

Produtor e roteirista de várias séries critica ‘compulsão’ de fãs

Folhapress - Do Rio de Janeiro / 12 de março de 2016
Foto: DIVULGAÇÃO
Produtor e roteirista de séries como Arquivo X, 24 Horas e Homeland, Howard Gordon diz sentir falta do “jeito antigo de ver TV” típico da época antes dos serviços streaming, como a Netflix, em que o público tinha de esperar dias até assistir ao próximo episódio de uma série.

“Isso criava expectativa e encorajava uma conversa coletiva. Na verdade, fazia as pessoas verem TV juntas”, afirmou em um painel do Rio Content Market, feira de negócios do audiovisual.

Gordon criticou o “binge watching”, como é chamado o hábito de assistir a um episódio seguido do outro, sem pausas. “É compulsivo. A ideia de as pessoas perderem o fim de semana para acompanhar uma série não me parece boa coisa.”

Trabalhando atualmente na sexta e última temporada de Homeland, o roteirista afirmou que é mais difícil saber quando terminar um show do que quando começá-lo. “Você se apaixona pela história, e tem uma dívida consigo mesmo e com a audiência de terminá-la bem”, disse.

Sobre o fim de Homeland, Gordon disse apenas que a temporada será ambientada em Nova York e que ainda não sabia detalhes da trama. As filmagens devem começar em setembro. “Ainda estamos reunindo a equipe para começar a pensar na temporada”, comentou.

Ele também está produzindo a série Second Chance, exibida nos EUA pela Fox. Espécie de reedição moderna da história de Frankenstein -um bioengenheiro tem de trazer um policial morto de volta à vida-, ainda não é exibida no Brasil.

Relacionadas