quarta, 17 de julho de 2019
Música
Compartilhar:

Quinteto da Paraíba encerra ano com Mônica Salmaso e Nelson Ayres

André Luiz Maia / 17 de dezembro de 2017
Foto: Divulgação
Um encontro muito esperado acontece neste domingo (17) em João Pessoa. O Quinteto da Paraíba encerra sua temporada 2017 do projeto Quinteto Convida trazendo para cantar junto com o grupo a cantora Mônica Salmaso, que se apresentou pela primeira vez em toda sua carreira na cidade de João Pessoa no ano passado.

Como se não bastasse a força dos dois nomes, a noite também conta com uma adição especial ao time: o maestro Nelson Ayres, que já foi uma das atrações do Quinteto Convida.

“Eu fiquei extremamente feliz em poder trazer Mônica para tocar conosco. A conheci pessoalmente no show do ano passado e Nelson [Ayres] falou que seria muito interessante se chamássemos Mônica. Obviamente não podíamos recusar uma oportunidade dessas e finalmente conseguimos arranjar essa vinda”, comenta o contrabaixista Xisto Medeiros, um dos integrantes do Quinteto da Paraíba.

O grupo ainda é formado por Ronedilk Dantas (primeiro violino), Thiago Formiga (segundo violino), Ulisses Silva (viola) e Nilson Galvão (violoncelo). Ao longo deste ano, eles trouxeram nomes como Toninho Ferraguti, Zeca Baleiro, Duofel e Carlos Malta. Todos esses concertos foram gravados e esses registros devem vir a público em 2018.

“Estava conversando com Zeca [Baleiro] e possivelmente vamos começar a apresentar alguns desses vídeos já em janeiro”, explica Xisto.

Eleição mais DEM

Quando falamos com artistas sobre parcerias ou convites para cantar juntos, as reações são diversas. A maioria se diz contente e empolgada com a possibilidade, mas nada se compara ao entusiasmo de Mônica Salmaso ao conversar com a reportagem do CORREIO sobre a apresentação deste domingo (17). “Eu amo Quinteto da Paraíba! Eu tô doida pra que esse encontro acontecesse há muitos anos e adorei recever esse convite”, comenta, empolgada, ao telefone. No show que a cantora trouxe à Paraíba no ano passado, da turnê do álbum Corpo de Baile (2014), ela comentou durante as conversas com a plateia que o arranjo de “Porto de Araújo”, composição de Guinga e Paulo César Pinheiro, foi inspirado no Quinteto. “Quando conversei com Lucas Raele, o arranjador do Corpo de Baile, apresentei várias músicas do Quinteto da Paraíba como referência, por gostar muito da sonoridade e das referências musicais que o grupo usa, queria trazer para meu trabalho”, explica Mônica. A música, é claro, estará no repertório, que deve passear por vários dos CDs de Salmaso.

O público também será privilegiado por duas canções que ela nunca cantou, seja ao vivo ou em estúdio: “Reunião de tristeza”, do paraibano Sivuca, e “Gírias do norte”, de Xangai, interpretada ao lado do Quinteto da Paraíba no disco Brasilerança (2001). “É tudo uma novidade para mim. Vai ter também ‘Odeon’, do Ernesto Nazareth, que eu também nunca cantei”, lembra. Este ano, ela lançou um novo disco, Caipira. Nenhuma música dele estará no show, mas ela quer trazer a turnê do álbum para a cidade. “Espero que aquela porta aberta ano passado para João Pessoa que também me trouxe este ano não se feche”, completa Monica Salmaso.

Relacionadas