quinta, 15 de abril de 2021

Música
Compartilhar:

Nova temporada da Orquestra Sinfônica da UFPB faz homenagem às mulheres

Rammom Monte / 15 de março de 2019
Foto: Divulgação
A temporada de orquestras sinfônicas na Paraíba começa nesta sexta-feira (15), com o concerto da série Concertos Especiais da Orquestra Sinfônica da UFPB. A noite terá como solista convidada a rabequeira pernambucana Aglaia Costa. O evento, que faz homenagem ao mês consagrado à luta das mulheres, será realizado às 20h, na Sala de Concertos Radegundis Feitosa. A entrada é gratuita.

Já no sábado, será a vez da abertura da temporada da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa, a partir das 18h no Auditório Celso Furtado, que fica na sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE), no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.

Para o concerto desta sexta (15), a OSUFPB terá como solista uma musicista e compositora que, apesar de transitar no mundo erudito, tem a rabeca como um instrumento que lhe torna uma militante na defesa da cultura popular brasileira.

"Vamos aos bairros e ao interior com o projeto de interiorização das atividades das. É uma forma de cumprirmos o papel social relevante da orquestra. Ao invés de as pessoas irem às orquestras, as orquestras irem às pessoas", declarou Luiz Carlos Durier, Maestro da Orquestra Sinfônica da Paraíba.

Íris Vieira, coordenadora da orquestra, falou sobre o que planeja para a temporada de concertos. “Este ano a orquestra fez a temporada confirmada até junho, porque estamos sem um maestro especifico. Então tem mês que tem convidado, e tem mês que é só com os integrantes da orquestra. A ideia é estar trazendo solistas, tanto de fora, como daqui da própria UFPB”, disse, revelando que em abril deve ser aberto um novo edital para o segundo semestre.

Música e cinema. Iniciando seus trabalhos amanhã, a Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa tem como compositor residente na temporada deste ano, o maestro Alexandre Guerra. Além de maestro e compositor erudito, ele tem várias composições de trilhas de filmes, séries e novelas. Dentre eles, o longa brasileiro O Tempo e o Vento. O maestro titular da orquestra, Laércio Diniz, disse que os concertos deste ano farão uma relação entre música e cinema.

“Como houve o primeiro Festival de Cinema no ano passado e este ano também terá, a idéia é fazer uma certa ligação com o cinema e a música. Então convidei como compositor residente, o maestro Alexandre Guerra. Então em todo concerto terá um peça dele e durante a peça, serão projetados trechos do filme para qual foi escrito esta música. A própria musica clássica tem vínculo com o cinema”, disse Laércio.

E no concerto de abertura, Alexandre Guerra estará presente. Ele irá reger parte do concerto. Em seguida, Laércio irá reger uma peça do compositor russo Piotr Ilitch Tchaikovsky. Para a primeira apresentação, Alexandre escolheu o tema Trilhas para Filmes de Natureza, onde serão tocadas trechos de músicas de vários documentários que têm a natureza como tema.

“Escolhi algumas músicas dos documentários. Há de uma série sobre animais em extinção, uma coletânea de imagens do Brasil e do mundo. Eu trouxe inclusive trechos destes filmes para executar em sintonia com a orquestra”, explicou Alexandre.

Mais um mês. Enquanto as outras orquestras iniciam os seus trabalhos neste fim de semana, a Orquestra Sinfônica da Paraíba está se programando para começar as atividades em abril. No dia 1º, começarão os ensaios. Já o primeiro concerto está previsto para ocorrer no dia 11 do mesmo mês. Segundo maestro titular da orquestra, Luiz Carlos Durier, a temporada será em homenagem a Jackson do Pandeiro.

“Vamos fazer uma homenagem a Jackson do Pandeiro, já que é o seu centenário. Um dos concertos populares do ano vai ser para a temática de Jackson do Pandeiro. (É muito importante) O legado que ele deixou, principalmente na sua música. Então faremos um concerto especificamente em homenagem a ele”, revelou o maestro, que adiantou que ainda não há uma data específica para a apresentação.

Para o primeiro concerto do ano, o maestro prometeu uma apresentação leve e agradável para o público.

Orquestra Sinfônica da UFPB

SEXTA-FEIRA (15)

Centro Cultural Ariano Suassuna (Tribunal de Contas do Estado, R. Professor Geraldo Von Sohsten, 193, Jaguaribe, João Pessoa).

Entrada franca

Às 18h

 

Sala de Concertos Radegundis Feitosa (UFPB, campus I, Castelo Branco, João Pessoa).

Entrada franca

Às 20h

 

 

 

Relacionadas