domingo, 17 de novembro de 2019
Música
Compartilhar:

João Donato e Donatinho lançam novo CD “Sintetizamor”e saem em turnê

Kubitschek Pinheiro / 27 de setembro de 2017
Foto: Divulgação
Sintetizamor, esse é o novo CD de João Donato e seu filho Donatinho. No comando dessa nave sonora com seu filho, Donatão está inteiraço aos 82 anos de idade e segue encontrando tempo e inspiração para mandar ver com música da melhor qualidade. O selo é brazuca Deck Disc.

Um ano depois do excelente registro Donato Elétrico, o novo trabalho do comprova que a boa música é passada de geração em geração. Donatinho já tinha gravado seu primeiro disco solo Zambê, em 2015. O disco foi gravador no estúdio Synth Love, (de Donatinho) no Rio de Janeiro e tem a produção musical e os arranjos assinados por Donatinho. Enquanto o pai apresenta um poderoso currículo, como obras do peso como “Quem é quem” e “Lugar comum”, o filho no mesmo caminho. Depois de misturar boogie e funk no primeiro single da trilha, “Lei do Amor”, que segundo Donatinho sintetiza o disco, a dupla já liberou o som em todas as plataformas, além do CD físico. E tem temas instrumentais como “Clima de paquera” e “Hao Chi”, - o álbum também embala com referências latinas em “Vamos sair à francesa”. Temos claro, vários elementos do disco music. Bom, é apertar o cinto, botar o som na caixa e embarcar em uma viagem da família Donato.

O disco é tão bom que se chama Sintetizamor. “A gente vinha querendo muito gravar esse disco há alguns anos e agora chegou o momento. Eu sonhava com isso e meu filho também”, resume João Donato em entrevista ao Correio. Voltando a ideia dessa junção, Donatinho lembra que isso tinha que acontecer, pois à vontade e as parcerias já caminhavam para isso. “Sim, há seis anos a gente vem falando sobre esse projeto e o resultado não poderia ter sido melhor”. Uma curiosidade é que Donatinho vive pelo mundo catando sintetizadores de colecionadores antigos. “Rapaz, é uma garimpagem. São teclados vintage dos anos 60, 70 e 80 e até analógicos. Devo ter mais 15. E vou criando sons”.

Outra curiosidade é que na primeira faixa “De toda maneira”, a letra de Davi Moraes e melodia dos Donatos, fala de um diálogo de Davi (guitarra e vocais) com Donatinho. “É muito legal essa letra e por isso caprichamos na melodia. Meu pai gosto muito do pai dele (Moraes Moreira). São bons amigos”, lembrou Donatinho. A segunda faixa “Surreal” letra de Domenico Lancelloti e Julia Bosco com melodia dos Donatos, lembra uma canção tropical, com citações em inglês e francês.

Relacionadas