sábado, 23 de fevereiro de 2019
Música
Compartilhar:

João Carlos Martins é o homenageado do Festival de Música Clássica de JP

André Luiz Maia / 14 de novembro de 2018
Foto: Reprodução
Música e história caminhando de mãos dadas. A 6ª edição do Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa começa no próximo dia 25, trazendo em sua programação 20 apresentações, com artistas de várias partes do mundo e do Brasil. Como cenário, as performances contam com os belos complexos arquitetônicos dos templos de São Bento, do Carmo, da Misericórdia, Baptista e de São Francisco, no Centro Histórico de João Pessoa.

O grande homenageado é o maestro João Carlos Martins, que fará o concerto de encerramento, no dia 1 de novembro, no Parque da Lagoa. O festival foi apresentado à imprensa paraibana em uma coletiva realizada no Antigo Hotel Globo, próximo ao Rio Sanhauá, no Varadouro. Além de Maurício Burity, a primeira-drama Maísa Cartaxo estava no local, representando o prefeito Luciano Cartaxo.

Na ocasião, além dos discursos protocolares, uma surpresa: a performance de músicos e professores do Projeto Ação Social pela Música, encabeçado pela Prefeitura de João Pessoa, que convidaram duas alunas do polo Gervásio Maia para uma parte do programa.

Uma parte dessa performance foi dedicada aos tangos, especialmente ao trabalho de Astor Piazzolla, homenageado no concerto de abertura do festival, realizado no dia 25, no adro da Igreja São Francisco. A performance da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) terá como convidado especial o bandeonista argentino Marcelo Nisinman.

Esta é a primeira vez que o evento será realizado com recursos próprios da prefeitura, sem o auxílio do BNDES. “Este ano, eles não abriram o edital para festivais de música clássica. Mesmo assim, acreditamos que era preciso realizar o festival, que já se tornou um evento consolidado no calendário de João Pessoa”, explica o diretor-executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Maurício Burity.

São mais de 20 músicos, oriundos de países como Argentina, Finlândia, Holanda, México, Noruega, Rússia, Suíça e Ucrânia, além do Brasil. O evento também ofertará nove masterclasses, realizadas durante a semana do festival no Antigo Hotel Globo.

A primeira-dama, Maísa Cartaxo, destacou o investimento que a Prefeitura de João Pessoa vem fazendo em economia criativa. “A cultura é um dos segmentos da economia criativa, que vive um grande momento na cidade, com a mostra de cinema Walfredo Rodriguez e estímulo ao artesanato”, destaca.

Relacionadas