domingo, 09 de maio de 2021

Música
Compartilhar:

Festival Internacional de Música de Câmara da UFPB começa dia 17

André Luiz Maia / 10 de agosto de 2018
Foto: Divulgação
Criado no ano passado, o Festival Internacional de Música de Câmara da UFPB surgiu com a proposta de fazer uma integração de outras artes com a música. Em sua segunda edição, o evento pretende fazer com que os espectadores façam uma imersão na literatura, através de concertos interativos. Ao todo, são cinco concertos e nove masterclasses, ministradas por cinco músicos de diversas partes do mundo.

Hoje, o concerto de abertura será com a Orquestra Sinfônica da UFPB, com peças de Schumann e Beethoven, apresentado na Sala de Concertos Radegundis Feitosa. A partir de amanhã, começam as apresentações com formato mais intimista.

“Ano passado, nós fizemos uma interação com as artes plásticas, homenageando toda noite um pinto paraibano. Nesta segunda edição, estamos abrindo um diálogo com am literatura. A cada noite, vamos receber um escritor ou um pensador com atuação no estado”, revela Felipe Avellar de Aquino, diretor artístico e um dos idealizadores do festival.

O poeta Sérgio de Castro Pinto é o principal convidado do recital de sábado, que contará com a performance do pianista norte-americano David Witten. Por acaso, o repertório escolhido por Witten casa com uma particularidade da produção de Sérgio. “A gente nem premeditou nada, mas uma das obras do recital se chama ‘Sonatina Zoológica’, que coincidentemente dialoga com um dos livros de Sérgio, ‘Zoo Imaginário’. Foi algo muito interessante”, conta Felipe.

Outros convidados são a atriz Zezita Matos e a escritora Maria Valéria Rezende; o poeta e sociólogo Marcus Alves, acompanhado da atriz Cely Farias, que recitará alguns de seus escritos; a vice-reitora Bernardina Freire, que se baseará em “Brasiliana”; o filósofo ex-reitor da UFPB, Eduardo Rabenhorst; e Marcílio Franca Filho, professor da UFPB e pesquisador da relação entre Direito e Arte, em concerto para homenagear os 125 anos de falecimento do compositor russo Tchaikovsky.

“A gente encaminhou para cada um deles links com as principais obras apresentadas em cada noite para que eles pudessem escolher algum texto ou mesmo escrever um novo para mostrar em seu dia”, ressalta Felipe Avellar.

O evento nasceu das séries de concertos que são realizadas regularmente pela área de música da UFPB, fortalecido com a fundação do Programa de Pós-Graduação em Música, em de 2004. Desde então, o PPGM tem recebido convidados de diversas instituições do país e do exterior, que se apresentam ao lado dos professores do curso. Um deles é a pianista Luciana Noda, que também estará presente na programação do evento.

Esse ano, o Festival Internacional de Música de Câmara da UFPB recebe cinco professores convidados: Paul Chou (EUA, violino), Guillaume Tardif (Canadá, violino), Emerson de Biaggi (São Paulo-Brasil, viola), Lena Johnson (Suécia, piano) e David Witten (EUA, piano). Eles se unem ao time de 12 professores dos cursos de música da UFPB para realizarem os concertos que vão até a próxima sexta-feira.

Esses professores convidados também se inserem na proposta pedagógica e acadêmica do evento, oferecendo masterclasses. “As masterclasses têm como foco os alunos da UFPB, mas também estão abertas à comunidade da cidade e até mesmo de outros estados, já que sei de alunos que estão vindo de Pernambuco para conferir”, conta Felipe. O 2º Festival Internacional de Música de Câmara PPGM-UFPB é promovido pela área de Práticas Interpretativas do PPGM com apoio da Reitoria da UFPB, direção do CCTA e da Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Música.

Festival Internacional de Música de Câmara

Período: De hoje a 17 de agosto

Local: Sala de Concertos Radegundis Feitosa da UFPB

Entradas: Franca

Confira os horários das apresentações site do evento:

www.festivalinternacional2018.homesteadcloud.com

Relacionadas