terça, 25 de junho de 2019
Música
Compartilhar:

Elba Ramalho leva dois troféus na 27ª edição do Prêmio da Música Brasileira

Da redação / 23 de junho de 2016
Foto: Divulgação
A cantora Elba Ramalho conquistou dois troféus na 27ª edição do Prêmio da Música Brasileira na noite desta quarta-feira (22). A paraibana ficou com os prêmios de melhor cantora e melhor álbum ("Cordas, Gonzaga e Afins - Sagrama e Encore"), na categoria Canção Regional.

Elba era uma das que lideraram o número de indicações da noite, quatro, por dois projetos diferentes. Além dos prêmios vencidos, ela concorreu no prêmio para Melhor Álbum – Categoria MPB, com seu disco de estúdio mais recente, Do Meu Olhar Pra Fora, e disputou com Mama Kalunga, de Virginia Rodrigues, e o álbum ao vivo Dois Amigos, Um Século de Música, de Caetano Veloso e Gilberto Gil, que foi o vencedor. Na mesma categoria, ela concorreu ao prêmio de Melhor Cantora, ao lado de Virginia e de Ná Ozzetti, pelo disco Ná e Zé. Virginia ficou com o prêmio.

Elba foi a única paraibana vencedora da noite. Outro artista paraibano que apareceu na lista foi Chico César. Ele concorreu ao prêmio de Melhor Cantor – Categoria Pop / Rock / Reggae / Hip-Hop / Funk, pelos vocais de seu disco de estúdio mais recente, Estado de Poesia. Outros dois selecionados para a categoria são Lenine, que lançou no ano passado Carbono, e Seu Jorge, pelo trabalho em Música para Churrasco II. O pernambucano ficou com o prêmio.

Ainda houve mais um paraibano na lista. O produtor musical Furmiga Dub integrou a lista de produtores do disco Sotaque Recarregado, de Dj Mam, que também trabalhou com nomes como Alex Moreira, Marcelinho da Lua, Bruno LT, DeepLick, Batida Nacional, DJ Patife, Mauro Telefunksoul, André T, DJ Tide, DJ Raíz, Lucio K, DJ Waldo Squash, Luan Rodrigues, DJ Incidental, Projeto Ccoma e DJ Kenneth Bager.

Relacionadas