sábado, 19 de junho de 2021

Música
Compartilhar:

Miguel Faria Jr. fala ao Correio sobre documentário sobre Chico Buarque

André Luiz Maia / 24 de dezembro de 2015
Exibido em primeira mão para os paraibanos durante o 10º Fest Aruanda, na semana passada, Chico, Artista Brasileiro agora entra oficialmente em cartaz no circuito pessoense. Aqui, a trajetória de Chico Buarque de Hollanda, reverenciado como um dos grandes artistas do país, é contada pelo próprio, em uma abordagem mais intimista, verdadeiro presente para os “chicólatras” de plantão.

A proposta do documentário do diretor Miguel Faria Jr. surgiu logo após a conclusão de Vinicius (2005), sobre o poeta e compositor Vinicius de Moraes, e no qual Chico aparece várias vezes dando seu depoimento.

“Ambos os filmes falam sobre como um artista no Brasil trabalha, como esse trabalho reflete a realidade que ele vive e como o que ele produz acaba influenciando o comportamento e causa impacto na cultura do país”, explica o diretor.

Miguel costura os depoimentos com trechos de composições de Chico Buarque, que se revelam, de certa forma, autobiográficas ou mesmo um recorte da paisagem de um determinado momento do país. Além do próprio Chico, algumas falas de amigos e colegas próximos, que ajudam a contextualizar algumas das passagens descritas pelo próprio Chico, mais dois números musicais: “Sinhá”, abrindo o documentário, e “Paratodos”, no encerramento do filme.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas