quarta, 17 de julho de 2019
Música
Compartilhar:

Cantores Polyana Resende e Seu Pereira, se apresentam nos Bancários

André Luiz Maia / 29 de dezembro de 2017
Foto: Divulgação
O ano acaba e começam as despedidas. Hoje é a vez do Viveiro Pirata encerrar suas atividades de 2017 na seara do samba. Quem comanda a festa é a dupla que mais esteve ativa no espaço localizado nos Bancários: Polyana Resende e Jonathas Falcão, o Seu Pereira.

Polyana apresentava-se há algum tempo ao lado de Luis Umberto e Potyzinho Lucena com o projeto Samba a Três, enquanto Seu Pereira tinha a mesma formação de músicos no Parahyba Samba Trio. "A gente percebeu que dava mais certo se juntássemos os projetos e nos apresentássemos juntos", explica Polyana. Ao time, juntaram-se os percussionistas Alisson Cavalcante e Novinho.

Em clima de informalidade, a ideia é deixar a espontaneidade ditar o repertório. "O caráter do projeto da roda de samba é não definir um roteiro fechado. São sambas autorais e clássicos do gênero. A gente sente o clima do momento e vai levando os sambas que queremos fazer", explica a sambista. Apesar do caráter mais solto, algumas canções são inevitáveis.

O público poderá ouvir nessa roda composições de nomes como Gonzaguinha, Chico Buarque, Caetano Veloso, Jorge Aragão, Dona Ivone Lara, Paulinho da Viola, e músicas de domínio público.

Polyana Resende veio de um ano frutífero para sua carreira. Com o lançamento do álbum Samba Teimoso, o primeiro de sua carreira, ela teve a oportunidade de apresentar com mais força seu repertório autoral, a exemplo da canção "Saravá", que ganhou um clipe filmado na Tamarindeira: Processos Criativos por Jonathas.

Já Seu Pereira também teve um 2017 bastante produtivo. Ele, junto com a banda Coletivo 401, lançou o segundo disco de carreira, Eu Não Sou Boa Influência pra Você, que ganha ouvintes de várias partes do país, de acordo com as métricas dos serviços de streaming da banda. O disco está disponível no YouTube, onde está próximo de bater as 150 mil audições.

Relacionadas