domingo, 09 de maio de 2021

Música
Compartilhar:

Banda Pau de Dar em Doido lança seu primeiro CD neste sábado

André Luiz Maia / 14 de julho de 2018
Foto: Divulgação
Lançar um álbum inteiro em uma época centrada nas playlists e faixas individuais seria uma maneira de resistência. É assim que pensa Ilsom Barros, vocalista da Pau de Dar em Doido. O grupo surge em 2001, retoma as atividades no fim de 2015 após mais de uma década e agora finalmente apresenta seu primeiro disco, Emaranhado. “É a realização de um sonho de quase 18 anos”, completa o artista.

A obra de 11 faixas já está disponível nas principais plataformas de streaming como Spotify, Apple Music e Deezer, mas também há a opção física. Para quem quiser adquiri-lo, basta comparecer ao show de lançamento do trabalho, na Usina Cultural Energisa. O disco custa R$ 10.

O grupo formado por Ilsom (vocais), Luciano (alfaia, zabumba, caixa e vocal), Badauê (baixo, pandeiro e vocal), Laylson (guitarra e vocal) e César (caixa, percussão e efeitos) começou em 2001, conquistando repercussão nacional, algo raro para uma banda que não possuía nenhum registro oficial em estúdio, só versões caseiras.

“Quando a banda começou, era muito difícil gravar qualquer coisa. A gente também não pensava nas músicas materializadas em um disco”, confessa Ilsom. Depois de muito tocar é que veio a ideia de fazer um registro.

Depois do retorno, a banda apresentou um EP com quatro faixas inéditas, no início de 2017. “O EP serviu como um termômetro, para sentir como estávamos e como o público nos receberia”, conta o vocalista. Passada esta etapa, veio a ideia do disco cheio.

Emaranhado representa, então, todas as épocas do grupo, em um misto de músicas inéditas, duas faixas do EP ("Digerador" e "Aterro"), além de músicas da época inicial da Pau de Dar em Doido, como "Iroxima", música que encerra um disco repleto de protesto e críticas sociais.

O show de lançamento conta com a participação do Coco das Manas, da percussão do Levante Popular da Juventude e da rapper Kalyne Lima. “Chamamos pessoas que sei que gostam e entendem nosso trabalho”, explica Ilsom. O Coco das Manas abre a performance em uma espécie de cortejo ao lado do Levante.

Sobre Kalyne, Ilsom afirma que a conhece e admira seu trabalho há muito tempo. “Ela tem uma estrada firme na militância e na arte, é uma pessoa muito coerente”, elogia.

“Emaranhado”

De Pau de Dar em Doido

Gravadora: Independente

Onde ouvir: físico e digital

Show de lançamento hoje, às 21h.

Sala Vladimir Carvalho (Usina Cultural Energisa, Av. Juarez Távora, 243, Torre, João Pessoa – 3221.6343 / 3221.4985 – http://www.usinaculturalenergisa.com.br).

Ingressos: R$ 10

Relacionadas