domingo, 17 de janeiro de 2021

Luto
Compartilhar:

Prefeituras da Capital e Campina emitem nota de pesar pela morte do apresentador J. Júnior

Da redação com assessoria / 24 de abril de 2017
Foto: Arquivo
As prefeituras de Campina Grande e João Pessoa e a Câmara de Vereadores da Capital emitiram notas de pesar nesta segunda-feira (24) lamentando a morte do apresentador Jota Junior, que morreu nesta madrugada vítima de uma parada cardíaca. O comunicador de 52 anos se deslocava para o Rio Grande do Sul para fazer um transplante de pulmão, porém, no meio do trajeto, Jota Júnior teve uma parada cardíaca obrigando o avião a fazer um pouso de emergência em Minas Gerais. Contudo, o radialista não resistiu e faleceu.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, manifestou sentimentos à família de Jota Junior e relembrou o seu legado para a comunicação na Paraíba.

"Lamento a perda de tão talentoso comunicador, que tantos serviços prestou aos mais necessitados através dos microfones de rádio e televisão de Cajazeiras, Sousa, João Pessoa e Fortaleza, desejando que ele encontre plena paz na morada de Deus", ressaltou o prefeito.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, também lamentou a morte do apresentador e destacou o espírito combativo de Jota Junior.

“Meus pêsames à família, amigos e à comunidade de Bayeux. Jota Júnior deixa um grande vazio na vida pública da Paraíba", destacou Romero em suas redes sociais, lembrando que o ex-prefeito era natural de Campina Grande. Por decreto, Romero estabeleceu luto oficial de três dias na cidade.

Por fim, a Câmara Municipal de João Pessoa emitiu uma nota relembrando de sua trajetória política e lamentando a morte do radialista e ex-prefeito da cidade de Bayeux.

“Em meio a uma profunda tristeza que a Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa vem a público expressar seu pesar pela morte, na madrugada desta segunda-feira (24), do jornalista e apresentador, Josival de Sousa Júnior, o Jota Júnior”.

Relacionadas