domingo, 19 de novembro de 2017
Cultura
Compartilhar:

Literatura paraibana emplaca dois ao prêmio Jabuti

André Luiz Maia / 24 de outubro de 2015
Foto: Divulgação
A lista de indicados ao Prêmio Jabuti foi divulgada ontem com dois destaques para a literatura paraibana. Maria Valéria Rezende concorre a melhor romance, pelo livro Quarenta Dias (ao lado de nomes como Chico Buarque, Luiz Ruffato e Heloisa Seixas). Concorrendo a ilustração de livro infantil ou juvenil, aparece Veruschka Guerra, por O Sonho de Karim.

Guerra não estava esperando, sequer sabia que o livro estava inscrito. “Meu editor [da Paulus] escolheu não me avisar para evitar qualquer ansiedade. Estou meio tonta ainda com a notícia, uma alegria danada”, comenta. O Sonho de Karim é seu primeiro livro autoral.

Já a santista Maria Valéria Rezende, radicada na Paraíba há quase quarenta anos, não é iniciante no prêmio. Ela já levou duas vezes: em 2009, com No Risco do Caracol, na categoria de literatura infantil, e em 2013, com Ouro Dentro da Cabeça, na categoria juvenil.

“Para mim, que fico nas margens, é uma vitória chegar a essa lista, me deixa feliz por contribuir para lembrarem que literatura paraibana existe”, declara. No entanto, ela afirma que é preciso avançar bastante. “Eu espero que meu nominho lá naquela lista e o de Débora Ferraz no Prêmio São Paulo abram os olhos da gente daqui para nossa produção. O acesso a essas obras é difícil, pois publicar é fácil, mas a distribuição é que são elas”, argumenta.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas