sexta, 27 de novembro de 2020

Exposição
Compartilhar:

UEPB fecha Museu de Artes e diz que não tem dinheiro para bancar manutenção

Giovannia Brito / 17 de fevereiro de 2016
Foto: Arquivo
A crise financeira da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) fechou o Museu de Artes Assis Chateaubriand, localizado no bairro do Catolé, em Campina Grande. Esse foi o motivo alegado pelo reitor Rangel Júnior. Segundo ele, a instituição tinha uma despesa anual de pouco mais de R$ 1,2 milhão e, no atual momento, a universidade não tem condições de continuar mantendo o seu funcionamento.

No local estão obras que contam a história de Assis Chateaubriand, gravuras, telas e esculturas. “As obras de Chateaubriand vamos devolver à Furne. A escultura deverá ficar no local e as demais vamos tentar acomodar em um local adequado”, informou o reitor. O MAAC já estava fechado desde o último mês de dezembro, quando a Universidade entrou em recesso. Até então, 12 pessoas trabalhavam no local.

A UEPB desde 2010 vem tendo dificuldades de ampliação da capacidade orçamentária, e que apesar dos reajustes dos recursos destinados, não estão sendo suficientes, conforme explicou. “A situação do Estado e do país não são boas e tudo indica que não vai melhorar, pelo menos até junho e essa perspectiva nos fez cortar na própria carne”, declarou.

 Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas