terça, 19 de janeiro de 2021

Dança
Compartilhar:

Paralelo Cia. de Dança apresenta na UFPB mais uma das ações no projeto 3×1

André Luiz Maia / 08 de maio de 2017
Foto: Divulgação
A Paralelo Cia. de Dança apresenta hoje na UFPB mais uma das ações contidas no projeto 3x1, vencedor do edital Rumos Itaú Cultural. É o Boca de Forno, que une as bailarinas da companhia e o músico Didier Guigue. A apresentação estava prevista para acontecer no CCTA, mas devido a problemas técnicos, ela acontece nesta segunda (8), a partir das 18h, na Praça da Paz, nos Bancários.

Formado pela iniciativa das bailarinas Joyce Barbosa e Lília Maranhão com o professor de música da UFPB Didier Guigue, a cada apresentação o Coletivo traz um convidado de dança para “jogar” e estabelecer novas regras. Desta vez, a performance, intitulada "Seu Rei mandou dizer que...", conta apenas com Joyce Barbosa, Lília Maranhão, Nídia Barbosa e Iara Costa, as quatro bailarinas da Paralelo.

O Boca de Forno nasceu no XIV Festival de Artes de Areia, em 2014. O trabalho "Seu Rei mandou dizer que..." parte do jogo infantil homônimo, onde existe um Mestre que dá as coordenadas de movimento que deve ser repetido pelos demais e, quem está jogando, deve compreender de quem está partindo a ordem, pois o mestre não se revela, mas sim, é revelado. A ordem da música é invertida, indicando o que o dançarino deve fazer, pois o músico, no caso, Didier Guigue, também dança com a Paralelo.

O projeto contemplou quatro apresentações do Boca de Forno, em diferentes espaços públicos de João Pessoa, em março deste ano. Esses locais foram decididos através de uma votação pela internet, onde o público escolheu: a Praça da Alegria, na UFPB; o Ponto de Cem Réis; o Parque Nova Lagoa; e a Praça da Paz, nos Bancários.

A Paralelo Cia de Dança também trouxe uma novidade no projeto 3X1. Cada apresentação do "Boca de Forno", em março, contou com um bailarino convidado: Octávio Valente, Ayleen Vant, Iale Camboim e Erik Breno.

 

Relacionadas