quarta, 23 de setembro de 2020

Cinema
Compartilhar:

Sesc realiza sessão da mostra que aborda o expressionismo alemão

André Luiz Maia / 17 de novembro de 2015
Foto: Reprodução
O Sesc faz a partir de hoje em João Pessoa uma segunda exibição da Mostra de Cinema Alemão, enfocando o Expressionismo Alemão. O movimento, que aconteceu no início do século XX, até hoje é influente. Mas não é uma simples reexibição: a programação traz um filme que não foi exibido em julho: As Mãos de Orlac (1924), de Robert Wiene, diretor mais conhecido por O Gabinete do Doutor Caligari (1919). Mas hoje, a partir das 19h, o primeiro filme exibido será O Golem – Como Veio ao Mundo, de Paul Wegener. Após as sessões acontece um debate com os jornalistas Renato Félix, da equipe do CORREIO, e Audaci Junior.

Ser mítico da tradução judaica, o golem é uma criatura que pode ser trazida à vida por meio de mágica. Na história do filme, ambientada em Praga durante o século XVI, uma pequena vila de judeus é posta em cheque pelo kaiser, o imperador, que baixa um decreto expulsando os moradores de seu reino.

Em defesa da cidade, o cientista Rabbi Lowe recorre à alquimia, criando Golem, um imponente boneco de cera com a força de vários homens. Inicialmente obedecendo a seu mestre, a criatura passa a desenvolver gradativamente uma consciência, decidindo o que fazer por conta própria.

Agregando elementos como horror, morbidez, o místico, manifestações sobrenaturais e a decadência física e moral de seus personagens, o expressionismo alemão dá continuidade ao movimento cultural do romantismo do século XIX, que retomava valores como a intuição, emoção e imaginação, reflexos dos anseios da sociedade.

Leia a reportagem completa no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas