quinta, 04 de março de 2021

Cinema
Compartilhar:

O novo Velho Oeste demonstra força na estreia de ‘Dívida de Honra’ em JP

André Luiz Maia / 17 de setembro de 2015
Foto: Arquivo
Dívida de Honra é o segundo filme dirigido pelo ator Tommy Lee Jones, nove anos após Três Enterros. Se o primeiro tinha um aspecto de western, esse é assumidamente do gênero, que há décadas está em desuso em Hollywood, mas vez por outra rende uma grande obra.

O elenco é digno de nota. Além do próprio Jones, o filme conta com Hilary Swank e, num papel coadjuvante, Meryl Streep – também em cartaz com Ricki and The Flash – De Volta pra Casa.

Em uma trama considerada por muitos de viés feminista, o filme descreve a luta da fazendeira Mary Bee Cuddy (Swank) para levar três mulheres com distúrbios mentais para buscar tratamento na costa leste americana no fim do século XIX. Independente e determinada, Mary vive sozinha em um rancho, cuidando dos animais e da propriedade, embora alimente o desejo de se casar.

Cansada de esperar por um pretendente, começa a propor ela mesma casamento, sendo rejeitada por conta de seu jeito, de acordo com os homens, intimidador. Ela então decide embarcar nessa jornada. No meio do caminho, encontra Georges (Jones) e o salva da morte. Em troca de dinheiro, ele topa em ajudá-las a enfrentar o caminho hostil, repleto de indígenas e saqueadores.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas