quinta, 24 de setembro de 2020

Cinema
Compartilhar:

Luz, câmera,ação!

André Luiz Maia / 20 de novembro de 2016
Foto: Divulgação
No novo filme do paraibano Eliézer Rolim, que tem suas filmagens iniciadas este mês, é possível ver um encontro geracional. Beiço de Estrada traz dois nomes de peso em seu elenco, a atriz Darlene Glória (Terra em Transe, Toda Nudez Será Castigada) e Jackson Antunes (O Palhaço, Mais Forte que o Mundo), e também apresenta a estreia de dois jovens paraibanos no cinema: a atriz Luana Valentim e o ator Pedro Henrique.

Durante uma coletiva de imprensa realizada em um hotel na orla de João Pessoa, o diretor e esses quatro atores (o filme ainda tem no elenco nomes como Mayana Neiva e Suzy Lopes) apresentaram as linhas gerais da trama, que é uma adaptação cinematográfica do segundo trabalho teatral escrito por Eliézer, ainda em Cajazeiras, aos 17 anos. No elenco, estavam Soia Lira, Nanego Lira e Marcélia Cartaxo, que mais tarde ganhariam notoriedade nacional com seus trabalhos em teatro e cinema.

Beiço de Estrada gira em torno de Madame Lili, dona de um bordel no interior da Paraíba, e seus dois netos, Brás e Conceição. Filhos da prostituição, cada um lida com o destino reservado à sua maneira, seja dando continuidade ao que já se perpetuou, seja se rebelando e renegando o passado.

“A estrada tem um papel fundamental nessa história, que é ambientada nos anos 1970, mas que mostra uma Paraíba com cara de 1960, já que as novidades demoravam a chegar pelas bandas de cá. Toda a promessa de modernidade gira ao redor daquele cruzamento de estradas, o que faz com que Brás tente fugir e buscar por esse mundo prometido”, comenta Eliézer.

Ele está desde março trabalhando com Luana e Pedro, em um processo de preparação de atores constante. “Eu gosto muito de fazer essa preparação. No teatro, sempre faço questão de estar junto dos atores. Não quero que eles representem, mas sejam os personagens”, comentou o diretor. No entanto, o refinamento desse processo só se deu com a chegada de Jackson e Darlene, que  a João Pessoa. Eles fizeram os primeiros ensaios com o elenco na semana passada.

“É quase como uma aula para esses pequenos, a forma como os dois articulam as palavras, há uma intenção em tudo que é dito. É um processo realmente empolgante”, explica. As gravações agora acontecem em Cabaceiras e São João do Cariri, se estendendo até dezembro.

Relacionadas