segunda, 25 de janeiro de 2021

Cinema
Compartilhar:

‘Fervura Máxima’, da primeira fase chinesa do diretor, é relançado em edição especial

Renato Félix / 05 de maio de 2017
Foto: DIVULGAÇÃO
Por onde anda John Woo? O cineasta chinês era a grande novidade no cinema de ação nos anos 1990, com um estilo vibrante e operístico. Foi abduzido por Hollywood, fez algum sucesso por um tempo, depois foi minguando e sumiu. Uma maneira de reencontrar seu talento é rever filmes como Fervura Máxima (1992), que ele fez ainda em Hong Kong e que ganha nova edição em DVD no Brasil.

Chow Yun-Fat é um detetive cujo parceiro é assassinado. Ele não se conforma e acaba formando uma parceria com um assassino profissional para destruir a quadrilha que matou o colega.

Os números dão a ideia da ação no filme: mais de 200 armas foram usadas (todas verdadeiras) e a contagem de corpos chega a 307. Foi o último de Woo antes de ir para Hollywood, onde estreou dirigindo Jean-Claude Van Damme em O Alvo (1993).

Esta edição especial traz entrevistas com o diretor e membros do elenco, somando 1h30 de extras.

Ah, depois do insosso O Pagamento (2003), John Woo voltou à China e dirigiu o épico A Batalha dos Três Reinos (parte 1, 2008, e 2, 2009) e o drama The Crossing (1, 2014, e 2, 2015). Volta à ação com Manhunt (2017).

“Fervura máxima”

Lat Sau San Taam. Hong Kong, 1992

Direção: John Woo. Elenco: Chow Yun-Fat, Tony Chiu-Wai Leung, Teresa Mo

Distribuição: Obras-Primas

Preço: R$ 39,90

Relacionadas