terça, 17 de julho de 2018
Cinema
Compartilhar:

‘Costureiras’ mostra vida de trabalhadoras no Rio e em Coremas

André Luiz Maia / 11 de abril de 2018
Foto: Divulgação
Por trás das tramas de fios que compõem a roupa que você veste existem histórias de pessoas. Para revelar estes relatos e as peculiaridades da vida delas, surge o documentário Costureiras. O curta-metragem é exibido amanhã na UFPB, em um evento realizado em parceria entre o Projeto Cinestésico e o cineclube Soy Loco por ti América. A sessão é gratuita.

Dirigido por Mailsa Passos, Rita Ribes e Virginia Gualberto, o filme conta ainda com a direção de fotografia de Breno César e a montagem de Kennel Rógis. O documentário nos mostra o cotidiano de costureiras através dos relatos de quatro delas.

Didi, Santinha, Toinha e Glorinha se dividem durante os quinze minutos de projeção para contar seus sonhos, suas batalhas diárias. Rodado no Rio de Janeiro e em Coremas, no Sertão paraibano, as diferenças e semelhanças das vivências delas em locais distintos são contrastados na tela.

Histórias de machismo, racismo, educação e superação norteiam os relatos das quatro, trazendo perfis que ajudam a enriquecer os relatos dessa classe de profissionais dentro do meio cinematográfico.

Após a exibição do filme, as três realizadoras estarão presentes na UFPB para participarem de um debate sobre os presentes, levantando tópicos como representatividade feminina e ativismo.

“Costureiras”

Brasil, 2018

Direção: Virginia Gualberto, Mailsa Passos e Rita Ribes.

Amanhã, às 17h30

UFPB (CCSA, sala 211, Campus I, João Pessoa)

Entrada franca

Relacionadas