quarta, 19 de dezembro de 2018
Cinema
Compartilhar:

Correio seleciona obras cinematográficas que são dignas do 1º de abril

Audaci Junior / 01 de abril de 2018
Foto: Reprodução
Entre verdades e mentiras, a internet vem provocando um tsunami das famosas "fake news", as notícias falsas, mas que aparentam ser verdadeiras e, por isso, ganham os "likes", compartilhamentos e comentários pelas redes sociais, nosso novo meio de telefone sem fio. Já se foi o tempo em que contar mentiras no dia 1° de abril era apenas algo jocoso e inocente.

Um outro termo – criado nos anos 1990 –, mas que está muito em voga nesses tempos de internet e embates ideológicos, é a "pós-verdade". Essa expressão descreve uma situação na qual fatos objetivos têm menos influência ou importância que os apelos emocionais às crenças pessoais na hora de criar a opinião pública.

Com a velocidade de transformação das mídias e da geração (ou não) de conteúdo, o "pós-verdade" pode se tornar com o tempo uma palavra definidora da nossa época. Por bem ou por mal.

Enquanto o caloroso jogo ideológico se estende à ficção, aclimatado pelo seriado O Mecanismo, listamos alguns filmes nos quais "a mentira tem perna curta" e o Pinóquio poderia muito bem ser o protagonista. "O cinema é a verdade 24 quadros por segundo", definiu o diretor francês Jean-Luc Godard. "O cinema é a mentira 24 quadros por segundo", respondia o diretor alemão Rainer Werner Fassbinder.

Leia Mais

Relacionadas