segunda, 25 de janeiro de 2021

Cinema
Compartilhar:

Clássico ‘Sangue de Pantera’ finalmente ganha bela edição no Brasil

Renato Félix / 22 de fevereiro de 2017
Foto: Divulgação
Em Assim Estava Escrito (1952), filme sobre o próprio cinema, o produtor vivido por Kirk Douglas e o diretor vivido por Barry Sullivan têm um problema: encarregados de realizar um filme de terror barato chamado Os Homens-Gato, se deparam com homens fora de forma em fantasias muito pouco convincentes. Refletindo, Douglas pergunta: “Do que o ser humano tem mais medo?”. E apaga a luz: “Da escuridão. E se não mostrássemos o homem-gato?”. É uma referência direta a Sangue de Pantera (1942), um dos principais filmes de terror de Hollywood, que finalmente ganha uma boa edição em DVD no Brasil.

O filme era a tentativa da RKO de concorrer com os filmes de monstros da Universal (a partir de Drácula, 1931, e Frankenstein, 1931). Mas o estilo marcou pelo que depois foi “ensinado” em Assim Estava Escrito.

Na trama, Simone Simon é uma mulher que teme ser alvo de uma maldição lendária de sua terra natal, a Sérvia: que o sexo a transforme em uma pantera assassina. Com pouquíssimos recursos, o produtor ucraniano Val Lewton (estreando na função) e o diretor francês Jacques Tourneur optaram por não mostrar a transformação. O que acabou aumentando a tensão no filme, ficando evidente, por exemplo, na cena em que a rival está em uma piscina noturna, à mercê dos rugidos e sombras à sua volta, sem que ela saiba onde está o perigo.

Uma lição que o cinema muitas vezes mostra que não esqueceu: é só lembrar do que Spielberg fez em Tubarão (1975) ou até de Atividade Paranormal (2007).

Sangue de Pantera também deu origem a uma refilmagem: A Marca da Pantera (1982), de Paul Schrader, muito mais explícita nos efeitos e no sexo, mas marcante por causa principalmente da presença hipnótica de Nastassja Kinski e sua generosa nudez.

No lançamento em DVD, acompanha o filme um bom documentário sobre Val Lewton, com 1h16 de duração, que dá um bom panorama dessa fase de filmes de terror da RKO, que seguiu com A Morta-Viva (1943), um dos primeiros filmes de zumbi, O Homem-Leopardo (1943), ambos também de Tourneur, e o inevitável A Maldição do Sangue de Pantera (1944). Já naquela época, Hollywood não resistia a produzir a continuação de um sucesso.

“Sangue de pantera”

Cat People. EUA, 1942

Direção: Jacques Tourneur. Elenco: Simone Simon, Kent Smith, Tom Conway, Jane Randolph, Jack Holt, Elizabeth Russell.

Distribuição: Obras-Primas

Preço: R$ 39,90 (DVD)

Relacionadas