segunda, 28 de setembro de 2020

Cultura
Compartilhar:

Chico César faz hoje primeiro show na Paraíba com as músicas de seu novo disco

André Luiz Maia / 17 de outubro de 2015
Foto: Divulgação
O filho que a casa torna carrega nos braços o fruto da relação. Chico César, depois de anos como secretário de Cultura, lançou seu primeiro disco de inéditas, Estado de Poesia, com clima apaixonado, pelo amor romântico e pela própria terra. A Paraíba na qual Chico produziu praticamente todas as músicas de seu novo rebento musical finalmente terá a oportunidade de conferir o show.

A apresentação acontece hoje, a partir das 21 horas, no Teatro Paulo Pontes. A turnê apresenta quase todas as faixas do novo álbum e alguns clássicos da carreira, a exemplo de “Mand’ela” (composição em parceria com Zeca Baleiro) e “Onde estará o meu amor?”, eternizada na voz de Maria Bethânia.

E por falar em Bethânia – que se apresenta no próximo sábado, com a turnê Abraçar e Agradecer no Teatro Pedra do Reino –, a cantora baiana foi responsável por interpretar pela primeira vez a única canção não-inédita de Estado de Poesia, justamente a música-título.

Uma das mais belas da nova safra, ela reúne todas as características que tornaram  clásscias as canções mais famosas do cantor e compositor: a melodia de fácil assimilação, o arranjo delicado, sem excessos – por sinal, ponto para a produção musical do disco, comandada pelo guitarrista austríaco Michi Ruzitschka – a poesia certeira e a franqueza de uma interpretação emotiva.

“Estado de poesia” faz parte do “lado A” do CD, que traz canções românticas, a exemplo de “Caracajus” – composta em uma viagem para a Venezuela, evidenciando a distância entre Caracas, onde ele estava, e Aracaju, local no qual estava sua amada e musa inspiradora das canções mais amorosas do CD, a atriz paraibana Bárbara Santos. Outras músicas dessa leva são “Da taça”, que também foi o primeiro single do álbum, “Museu” e “Caninana”.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba. 

Relacionadas