segunda, 18 de janeiro de 2021

Cultura
Compartilhar:

Banda potiguar Plutão Já Foi Planeta faz show em João Pessoa

André Luiz Maia / 17 de fevereiro de 2017
Foto: Divulgação
A Plutão Já Foi Planeta está se preparando para zarpar em busca de outras conquistas na carreira. Prestes a lançar seu segundo disco, desta vez sob contrato com o selo Slap, o grupo de cinco jovens potiguares chega à Paraíba para mais encontros com o público, hoje em João Pessoa e domingo em Campina Grande.

Logo no início do ano, o grupo já apresentou oficialmente a primeira canção do disco que sucede Daqui Pra Lá (2014): "O ficar e o ir da gente", lançado junto com um clipe filmado e produzido em Natal. "Não só filmamos como chamamos o pessoal da cidade para trabalhar com a gente. O clipe é dirigido pelo Henrique Fontes, do grupo de teatro Carmin", conta o guitarrista Sapulha Campos, se referindo ao diretor da companhia responsável pelo espetáculo Jacy, que passou por João Pessoa no ano passado.

A sonoridade da nova canção dá uma pista sobre o que será possível encontrar no novo CD, sem título divulgado oficialmente e com previsão de lançamento para 22 de março. As músicas do primeiro disco do quinteto formado, além de Sapulha, por Natália Noronha (vocal, violão, synth e baixo), Gustavo Arruda (vocal, guitarra e baixo), Khalil Oliveira (bateria) e Vitória de Santi (baixo e synth), eram mais solares, enquanto o novo single traz um som mais sóbrio, mas ainda característico.

"Acho que isso se dá, principalmente, por causa das temáticas que a gente tá trabalhando aqui", pontua Sapulha. "Falamos mais de saudade, de despedidas. O primeiro CD falava mais de amor, não necessariamente o romântico".

O CD conta com a produção de Gustavo Ruiz, irmão e também produtor de Tulipa Ruiz, e participações de Liniker, Cris Botarelli, do grupo conterrâneo Far From Alaska e Ari Noronha, pai da vocalista Natália, que toca harpa em algumas das faixas. "Também temos uma convidada secreta que ainda não podemos revelar. Só posso dizer que é um nome importante da nova MPB", adianta Sapulha Campos.

O ano de 2017 também marca decisões importantes do grupo. Eles fazem um show de despedida em 14 de março, pois se mudam oficialmente de Natal para São Paulo. O objetivo da mudança é facilitar a logística de trabalho, já que o acesso para outras cidades brasileiras da agenda de shows crescente da Plutão Já Foi Planeta é mais prático. "Nós estamos sentindo a diferença de trabalhar com uma gravadora, a Slap tem recursos que nos ajudam bastante. Continuamos bem ativos na internet, mas ela faz a conexão com outros veículos", pontua o guitarrista.

Relacionadas